Nas Bancas

Iñaki Urdangarín processa responsáveis pela divulgação dos seus ‘emails’

O marido da infanta Cristina de Espanha acusa ex-sócio de violação de correspondência privada.

Redação CARAS
16 de julho de 2013, 15:03

Iñaki Urdangarín apresentou-se esta terça-feira num tribunal de Barcelona para testemunhar no processo que interpôs contra o seu ex-sócio, Diego Torres, e oito grupos editoriais espanhóis, por violação de correspondência privada.
Em causa está a alegada violação da intimidade do genro do rei Juan Carlos de Espanha, por terem sido divulgadas mensagens eletrónicas pessoais no âmbito do processo Nóos, no qual o duque de Palma e o ex-sócio são acusados de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais. Para além de Torres, responsável para divulgação dos emails trocados com Urdangarín, também os grupos de comunicação que publicaram o conteúdo das mesmas nos seus meios de comunicação estão a ser processados.
Iñaki Urdangarín interpôs uma providência cautelar para impedir a divulgação da sua correspondência privada e a audiência de hoje serve para o tribunal determinar se esta medida será ou não aplicada.
Apesar de a sessão decorrer à porta fechada, por a juíza responsável pelo caso considerar que este “carece de interesse público”, o marido da infanta Cristina não conseguiu evitar os assobios e as vaias no exterior das instalações. “Borbón, corrupto e ladrão”, foram as palavras de ordem gritadas por alguns manifestantes antimonarquia quando o duque de Palma chegou à cidade de Justiça de Barcelona.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras