Nas Bancas

Abatida e preocupada, infanta Cristina tenta manter as rotinas

Duques tentam encontrar forma de pagar fiança milionária imposta a Iñaki

Redação CARAS
16 de fevereiro de 2013, 16:00

Faz questão de apoiar o marido e manter-se ao lado dele mas, a avaliar pelo ar sério e grave com que a infanta Cristina tem surgido em público, é óbvio que se torna cada vez mais difícil para ela lidar com o caso que envolve Iñaki Urdangarín. Depois de se ter mostrado indignada com tantas e tão graves acusações à forma como este geriu dinheiros públicos através do instituto Nóos – recorde-se que o duque de Palma é acusado de fraude, falsificação de documentos e desvio de dinheiros públicos –, a filha mais nova do rei de Espanha mostra-se agora triste e abatida. E sobem de tom os rumores que apontam o divórcio como o desfecho inevitável desta história.
A infanta estará sobretudo preocupada com o futuro dos quatro filhos, Juan, Pablo, Miguel e Irene, cujas rotinas se esforça por manter, mas parece disposta a abdicar de algumas regalias e títulos em nome da boa imagem da monarquia espanhola (há quem acredite que o rei acabará por retirar a Iñaki o título de duque de Palma). Contra todas as especulações, continua ao lado do marido, e só não consegue  disfarçar o cansaço, a tristeza e a solidão que têm minado a sua vida.
A próxima audiência está marcada para o dia 23 de fevereiro – quando Iñaki voltará a ser ouvido pelos juízes – e neste momento a grande preocupação do duque de Palma é reunir os cerca de 8,1 milhões de euros que o tribunal estipulou como fiança com o objetivo de garantir que tanto ele como o ex-sócio, Diego Torres, restituem o dinheiro desviado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras