Nas Bancas

Cristina de Espanha

Cristina de Espanha

Getty Images

Casa Real espanhola nega pressões para que a infanta Cristina renuncie ou se divorcie

As notícias foram desmentidas por um porta-voz.

Redação CARAS
7 de fevereiro de 2013, 14:23

A Casa Real espanhola afirmou esta quarta-feira que não houve qualquer pressão para que a infanta Cristina renuncie aos seus direitos familiares ou se divorcie de Iñaki Urdangarín. Um porta-voz do palácio da Zarzuela disse que qualquer coisa que a filha mais nova dos reis Juan Carlos e Sofía faça no futuro será iniciativa sua. Além disso, o representante da Casa do Rei declarou que a infanta esteve dois dias em Madrid na última semana, na passada terça-feira, ficou a dormir na capital espanhola e só regressou a Barcelona esta segunda-feira.
Cristina de Espanha esteve em Madrid para ver a sua mãe, a rainha Sofía, por estar a viver um momento “especialmente mau”, ao contrário do que rinha sido veiculado pela imprensa sobre uma reunião com o chefe da Casa Real, Rafael Spottorno.
O comunicado da Casa Real espanhola surge pouco tempo depois dos meios de comunicação terem especulado sobre a possibilidade de divórcio no âmbito da implicação de Iñaki Urdanagrín no caso Nóos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras