Nas Bancas

Iñaki Urdangarín

Iñaki Urdangarín

Getty Images

Iñaki Urdangarín abdica do cargo na Telefónica

Dois meses depois de ter pedido uma “licença temporária” o duque de Palma decidiu demitir-se do cargo que exercia na empresa de telecomunicações.

Redação CARAS
12 de outubro de 2012, 14:24

Iñaki Urdangarin apresentou ao conselho de administração da Telefónica Brasil a renúncia ao cargo que exercia na empresa de telecomunicações.
Segundo a própria companhia, o pedido de demissão do duque de Palma foi entregue na reunião do conselho de administração da empresa realizada em São Paulo, no passado dia 2 de outubro. “O conselho de administração recebeu e aceitou a renúncia do conselheiro e membro do Comité, o senhor Inãki Urdangarin”, pode ler-se na ata da reunião divulgada pelos investidores.
Recentemente, o duque de Palma tinha pedido uma “licença temporária” da Telefónica para não afetar negativamente a empresa por estar a decorrer a fase final do processo Palma Arena, no qual está a ser acusado de fraude fiscal e desvio de dinheiros públicos durante o tempo em que esteve à frente do Instituto Nóos. Dois meses depois, Iñaki Urdangarin decidiu abdicar definitivamente do cargo.
O grupo Telefónica Brasil opera sob a marca registada Vivo, nome da maior operadora de comunicações móveis do país, além disso, também inclui a Telesp, a principal empresa de telefones fixos do estado de São Paulo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras