Nas Bancas

1.jpg

DR

Infanta Cristina de férias em Palma de Maiorca com os filhos e sem o marido, Inãki Urdangarín

A notícia foi divulgada pela Casa Real, que também anunciou cortes nos salários do rei e do príncipe das Astúrias.

Redação CARAS
18 de julho de 2012, 13:25

Ao contrário do que ocorreu no ano passado e do que se esperava, a infanta Cristina de Espanha vai estar de férias em Palma de Maiorca com a família real. A infanta desfrutará de uns dias de descanso no palácio de Marivent na companhia dos filhos, Juan Valentín, Pablo, Miguel e Irene, da mãe, a rainha Sofía, da irmã, a infanta Elena, e dos sobrinhos, Felipe Juan Froilán e Victoria Federica. Segundo a Casa Real, não está previsto que o marido de Cristina, Iñaki Urdangarín, se desloque à ilha balear. A infanta e os filhos permanecerão em Maiorca cerca de uma semana e não está descartada a hipótese de se reunirem com o resto da família.
A rainha Sofía chegará à ilha depois de assistir à inauguração dos Jogos Olímpicos, no próximo dia 27 de julho, em Londres. Apesar de a casa real não adiantar datas, o rei Juan Carlos e os príncipes das Astúrias deverão rumar a Maiorca no início de agosto. Durante as férias, a família real terá compromissos oficiais, como é o caso da reunião de Juan Carlos com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, em Marivent, e o tradicional jantar com as autoridades locais, no dia 8 de agosto, onde estarão os reis e os príncipes das Astúrias. Felipe e Letizia marcarão ainda presença no encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, a 12 de agosto.
Cortes salariais na família real
A Casa do Rei informou também que a família real vai adaptar-se aos cortes salariais dos trabalhadores, anunciados por Mariano Rajoy na semana passada. O rei Juan Carlos e o príncipe Felipe terão uma redução de 7,1% nos salários, ou seja, um corte um 20.910 euros no vencimento do monarca e 10.455 euros na remuneração do príncipe das Astúrias. Juan Carlos decidiu ainda reduzir em 7,1% a quantidade anual referente aos gastos de representação dos restantes membros da família real, uma redução no valor de 22.365 milhões de euros.
O chefe da Casa do Rei terá um corte na mesma quantia, enquanto os altos cargos da instituição ficarão sem subsídio de Natal. Com esta redução, a Casa Real poupará entre 90 mil e 100 mil euros, quantia que será reintegrada no Tesouro Público.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras