Nas Bancas

Letizia: Novos retoques no rosto

A última intervenção estética aconteceu antes do domingo de Páscoa, dia em que a princesa surgiu ainda com a cara ainda inchada, mas radiosa.

Redação CARAS
20 de abril de 2012, 15:34

Letizia prossegue a sua deman­da da perfeição física e no Domingo de Páscoa apareceu em público para as tradicionais fotos da família real em Palma de Maiorca com as maçãs do rosto um pouco inchadas, na sequência de mais uma visita ao ‘milagroso’ Dr. Christian Chams. Mas, talvez porque é público que a princesa se submete regularmente a estes tratamentos estéticos, o facto de ainda se notar a última intervenção em nada pareceu incomodar Letizia: estava radiosa, sorridente e muito descontraída, como se viu tanto no momento em que saiu do carro em que viajava com o marido, o príncipe Felipe, e as filhas, as infantas Leonor e Sofía, de seis e quatro anos, respetivamente, como quando posou junto dos sogros, os reis Juan Carlos e Sofía, e da cunhada mais velha, a infanta Elena. Só a relação com o marido pareceu um pouco tensa: se por vezes é possível observar gestos de cumplicidade e de carinho dos príncipes em público, desta vez os dois pareceram estar pouco à vontade um com o outro. E Letizia também não mostrou com a rainha a proximidade que já lhes observámos noutras ocasiões.
Contrastando com esta aparente frieza – por certo fruto do momento polémico que enfrentam e de que falaremos à frente –, o rei mostrou-se mais próximo das netas do que é habitual, e até foi ele que conseguiu convencer a mais nova a acenar à multidão e aos fotógrafos à porta da catedral onde toda a família assistiu à missa solene. É que se esta parece ser tarefa fácil para Leonor, algo extrovertida, Sofía sempre se mostrou mais tímida do que a irmã e passou o tempo de mão dada com o avô, em quem pareceu encontrar segurança e conforto.
Já Letizia parece não precisar do apoio da família para se sentir cada vez mais confortável no seu papel de princesa e futura rainha. Satisfeita com a sua imagem e segura nos seus atos, a princesa tem ganho destaque no seio da família real, mais ainda com a crise que esta atravessa na sequência do polémico caso de Iñaki Urdangarín, marido da  infanta Cristina, que continua sob investigação no caso Palma Arena, no qual, recorde-se, é suspeito de fraude e desvio de dinheiros públicos. Sabendo que este é o tipo de história que pode minar a credibilidade da família, Letizia e Felipe têm feito os possíveis para assegurar a imagem de normalidade de que a monarquia espanhola necessita.
Iñaki já retomou a sua vida normal em Washington, onde reside e trabalha, depois de ter estado em Espanha para responder perante os juízes que investigam o caso, e Cristina, que se mantém ao lado do marido, tem feito os possíveis por passar despercebida. Assim, e com a infanta Elena divorciada, restam Letizia e Felipe para concretizar o ideal de família tradicional. E a princesa encontrou na sua personalidade a força necessária para se manter firme no seu papel, apesar das críticas de que foi alvo por causa da sua preocupação com a aparência, que sugeriam alguma futilidade. Mas a verdade é que Letizia poderá ter visto mais longe do que a opinião pública e os próprios analistas:  a pouco e pouco, as correções ao rosto, que começaram com o nariz e o queixo, suavizando o perfil, e prosseguiram para tratamentos de rejuvenescimento da pele, as famosas injeções do Dr. Chams, acabaram por ser aceites como parte dos cuidados que pode ter uma figura pública de primeira linha. E a par das opiniões que criticam esta obsessão, também há quem defenda que Letizia investe simultaneamente na imagem que passa da família e do seu próprio país, o que acaba por ser positivo para todos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras