Nas Bancas

Letizia 'salva' Casa Real, comportamento da princesa atenua escândalo

Na inauguração da 31.ª edição Feira Internacional de Arte Contemporânea de Madrid, Letizia voltou a trocar olhares cúmplices e ternos com o marido. Apesar da crise que tem abalado a família real espanhola, a princesa é vista como uma salvadora do futuro da monarquia.

Redação CARAS
26 de fevereiro de 2012, 17:00

A reportagem que a conceituada revista francesa Point de Vue publicou há dias sobre a família real espanhola foi uma lufada de ar fresco: entre escândalos, segredos e intrigas que têm abalado os Borbón, a revista salienta positivamente a postura dos príncipes das Astúrias. “Fazem o seu trabalho. Próximos das pessoas. Modestamente. Nem sempre de forma glamorosa. Mas com uma austeridade que começa a produzir efeitos na opinião pública”, escrevem, destacando a faceta “silenciosa, discreta e solidária” de Letizia, que é vista como a salvadora do futuro da monarquia espanhola.
De facto, os últimos tempos têm sido ricos em polémicas: a separação da infanta Elena, a biografia não autorizada da rainha Sofía, recheada de rumores sobre a intimidade dos reis, e, pior que tudo, a suspeita de fraude que envolve o genro do rei, Iñaki Urdangarín, tudo parece desacreditar a imagem da família. E se há quem a defenda com toda a dedicação e empenho é, sem dúvida, Letizia. A princesa das Astúrias é vista como uma heroína discreta e simples que tem conseguido sobrepor-se à crise.
Com tantos elogios, não é de estranhar o sorriso de felicida­de e orgulho que Letizia exibiu na inauguração da 31.ª edição da Feira Internacional de Arte Contemporânea de Madrid (ARCO), que presidiu ao lado do marido, o príncipe Felipe.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras