Nas Bancas

Princesa Mary da Dinamarca

Princesa Mary da Dinamarca

Princesa Mary da Dinamarca assume a regência do país

O momento é histórico: pela primeira vez uma pessoa de origem estrangeira assume o lugar. Saiba o motivo!

CARAS
22 de novembro de 2019, 13:05

Há algumas semanas a rainha Margarida da Dinamarca decidiu outorgar a princesa Mary, mulher do príncipe herdeiro Frederico, poderes para que possa atuar como regente em caso de necessidade. Por norma, na ausência da monarca, é o príncipe herdeiro quem assume este lugar - um posto que também pode ser ocupado pela princesa Benedita, irmã da rainha, e pelo príncipe Joaquim, irmão de Frederico.

No entanto, com a mudança deste último para Paris, a rainha decidiu dar também poderes de governação à nora, de nacionalidade australiana, uma decisão inovadora. Primeiro, por ser uma pessoa que não tem qualquer laço de sangue com família real, e depois por ser a primeira estrangeira a quem é concedida esta honra.

E já há data para que Mary de estreie como regente. Tal como é possível constatar no calendário publicado na página da Casa Real, de 6 a 8 de dezembro deverá ser a princesa a assumir a liderança do país, dado que Frederico se encontrará fora, assim como a mãe, que viajará até Inglaterra para assistir ao 60º aniversário do programa de bolsas da sociedade anglo-dinamarquesa, um evento no qual Isabel II também marcará presença.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras