Nas Bancas

Félix da Dinamarca rompe com educação tradicional da família real

A situação está a ser comentada em toda a Escandinávia.

CARAS
20 de julho de 2018, 13:02

É comum entre as famílias da realeza que os diferentes membros recebam uma educação semelhante àquela que os seus pais receberam. Foi assim que aconteceu na vida de Nicolás da Dinamarca, o príncipe da ‘moda’ que estudou numa escola privada tal como fez o seu pai, o príncipe Joaquim. Mas o irmão de Nicolás, o príncipe Félix, decidiu romper com a tradição ao candidatar-se a uma escola pública.

A decisão do príncipe Joaquim e da sua primeira mulher, a condessa Alessandra, está a ser amplamente debatida em toda a Dinamarca e até em toda a Escandinávia. Depois do término do verão, o neto da rainha Margarida da Dinamarca iniciará o secundário na Old Hellerup Gymnasium, uma opção muito distantes daquela que foram privilegiadas pelos restantes elementos da família.

A decisão foi tomada tendo em consideração um importante detalhe: poder regressar a casa todos os dias depois das aulas. Foi também para ali que foram estudar a maioria dos seus amigos. Contudo, dado que o seu irmão Nicolas estudou num colégio interno, assumiu-se que esse era o seu ‘plano b’.

A imprensa internacional avança ainda que “o príncipe Joaquim foi acusado de ser demasiado arrogante e formal, estando o próprio consciente desta situação”, podendo esta ser uma forma de eliminar distâncias com os cidadãos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras