Nas Bancas

Morreu o príncipe Henrique da Dinamarca

A casa real da Dinamarca fez um comunicado oficial para anunciar a morte do marido da rainha Margarida.

CARAS
14 de fevereiro de 2018, 09:58

O príncipe Henrique da Dinamarca morreu aos 83 anos. A casa real da Dinamarca confirma que o marido da rainha Margarida morreu "pacificamente durante o sono" no dia 13 de fevereiro às 23:18 h no Castelo Fredensborg, Copenhaga. Henrique tinha a seu lado a mulher e os dois filhos, Frederico e Joaquim.

Henrique Maria João André de Laborde de Monpezat, nasceu em Talence, uma localidade na periferia de Bordéus, França, a 11 de junho de 1934. Filho do conde André de Laborde de Monpezat, viveu os primeiros cinco anos no Vietname.

Mais tarde, em 1952, estudou Direito e Ciências Políticas na Sorbonne, em Paris e paralelamente aprendeu língua chinesa e vietnamita. De seguida, fez o serviço militar na Argélia, entre 1959 e 1962 e foi secretário da embaixada de França em Londres, de 1963 a 1967.

Casou com a então princesa Margarida da Dinamarca, herdeira do trono dinamarquês, em junho de 1967, numa cerimónia que se realizou na Igreja de Holmes. A festa do casamento realizou-se no Fredensborg Palace.

Até à sua morte, foi presidente da Cruz Vermelha dinamarquesa e da Europa Nostra, uma associação que defende o património arquitetónico europeu.

Controvérsias com a casa real

Em agosto de 2017 o príncipe afirmou não querer ser enterrado ao lado da rainha Margarida, no mausoléu real da Catedral de Roskilde. O anúncio foi feito pela própria casa real e é fácil perceber a decisão do príncipe. Quando casou, foi-lhe atribuído o título de príncipe consorte e sempre se lhe conheceu o descontentamento por nunca lhe conseguido o título que queria: rei consorte. Assim, esta decisão veio como uma forma de protesto por nunca ter sido reconhecido como semelhante da rainha. Na altura, a diretora de comunicação da casa real da Dinamarca fez a seguinte declaração ao jornal BT: "Não é segredo que o príncipe se sente infeliz há muitos anos com o seu papel e com o título que lhe foi atribuído na monarquia dinamarquesa. Este descontentamento tem aumentado cada vez mais nos últimos anos."

O príncipe Henrique retirou-se da vida pública em 2016, tendo abdicado do título de príncipe consorte, ficando apenas como príncipe.

Nos primeiros dias de fevereiro, a casa real da Dinamarca tinha revelado que o príncipe estava a lutar contra um cancro do pulmão. Henrique estava internado desde então, tendo recebido alta hospitalar esta terça-feira, dia 13. O marido de Margarida perdeu a vida poucas horas depois.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras