Nas Bancas

Máxima da Holanda repete vestido de gala

Em consonância com o discurso da rainha Beatriz, que apelou ao espírito de sacrifício dos holandeses, Máxima repetiu pela primeira vez um vestido numa cerimónia oficial: o modelo em crepe de seda em tom fúcsia que levou ao parlamento era o mesmo que usou numa visita ao Qatar em março de 2011.

Redação CARAS
2 de outubro de 2012, 11:27

Num ano marcado pelo acidente que, a 17 de fevereiro, deixou o príncipe Johan Friso, de 43 anos, num coma profundo do qual poderá nunca sair, muitos analistas acreditavam firmemente que a rai­nha Beatriz da Holanda, de 74 anos, se preparava para abdicar do trono. Primeiro, pensaram que o faria no Dia da Rainha, 30 de abril, data em que se comemora oficialmente o seu aniversário. Tal não aconteceu. Ago­ra, acreditavam que o anunciaria no Dia do Príncipe, que na terça-feira, 18, assinalou a abertura do ano par­lamentar. Novo engano.
É certo que Beatriz se vestiu de preto e marfim, tons bem mais sóbrios do que era seu hábito usar, e que são reveladores da dor que o estado de quase-morte do filho lhe provoca, mas não deixou de presidir, pela 32.ª vez, à mais protocolar e grandiosa das cerimónias do seu reino. E desta vez, na Sala dos Cavaleiros do Binnenhof (edifício do parlamento), em Haia, esperava-a a difícil tarefa de dirigir ao seu povo um discurso em que falou de crise e referiu a necessidade de alguns sacrifícios nos tempos vindouros.
Palavras que a popular princesa Máxima deve ter ouvido antecipa­damente, pois desde que se casou com o príncipe herdeiro, Guilherme, há dez anos, esta foi a primeira vez que repetiu um vestido numa cerimónia de gala. O modelo, em alegre tom fúcsia – a única cor viva que se viu quando a família se reuniu na varanda do palácio real –, foi precisamente o mesmo com que compareceu a um jantar durante a visita que fez ao Qatar, com o marido e a sogra, em março de 2011.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras