Nas Bancas

Família real assinala Dia Nacional do Mónaco entre estreias e ausências

Esta é uma data muito importante para aquele principado. Saiba quem marcou presença nesta efeméride.

CARAS
19 de novembro de 2019, 16:06

A família real do Mónaco cumpriu a tradição e, à semelhança daquilo que é feito desde 1949, esta terça-feira, 19 de novembro, assinalou o Dia Nacional do Mónaco, uma festividade institucional, que também se transformou num encontro muito familiar. Na maioria das vezes, são os mais novos do principado a ganhar o protagonismo deste evento.

Ao contrário das edições ateriores, a princesa Charlene do Mónaco não faltou à chamada, surgindo ao lado do marido, o príncipe Alberto do Mónaco.

Também Carolina e Stéphanie se fizeram acompanhar dos seus netos perante a grande ausência: a de Charlotte Casiraghi, do seu marido, Dimitri Rassam, e dos filhos, Raphael, de quase seis anos, e Balthazar, de um.

Além de Charlotte, também faltaram Pauline Ducruet e Camille Gottlieb. Louis Ducruet marcou presença ao lado da sua mulher, Marie Chevallier, com quem se casou em julho na Catedral do Mónaco, e que se estreou neste evento.

Logo pela manhã, a família real reuniu-se no pátio do palácio do principado, apesar da neblina que se fazia sentir. Perante a presença das autoridades governamentais, que esperavam a chegada dos Grimaldi a qualquer momento, os primeiros a surgir foram os filhos das princesas Carolina e Stephanie, acompanhados das suas famílias. Andrea Casiraghi e Tatiana Santo Domingo surgiram na companhia de Sasha, de seis anos, India, de três, e Maximilian, de um.

Também Pierre Casiraghi e Beatrice Borromeo participaram neste dia especial, e nem os seus dois filhos faltaram. Stefano, de dois anos, e Francesco, de um, fizeram as delícias dos presentes ao surgir com indumentárias coordenadas com os pais. Alexandra de Hannover apareceu só, sem o namorado, Ben-Sylvester Strautmann.

Enquanto os mais novos ocupavam a varanda da grande escada de mármore, o príncipe Alberto, a mulher, e as suas irmãs, fizeram a sua aparição.

Após os eventos no pátio do palácio, a família Grimaldi e os restantes dos convidados deslocaram-se até à Catedral do Mónaco, onde aconteceu uma missa de ação de graças, presidida por Bernard Barsi, arcebispo do Mónaco e grande prior da Ordem da Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém naquele país. Os últimos a chegar foram Alberto e Charlene, que o fizeram acompanhados por Carollina e Stephanie.

Após a missa, a família deixou a Catedral entre os aplausos dos monegascos e visitantes que se reuniram nas proximidades da igreja.Toda a família Grimaldi regressou ao palácio, protagonizando um dos momentos mais esperadas do dia: a saudação da família Grimaldi da varanda.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras