Nas Bancas

malasia.jpg

DR

Rei da Malásia, que abdicou do trono por amor e depois se divorciou, mostra-se arrependido

Mohammed V explicou num comunicado que lamenta os motivos que o levaram a deixar a coroa.

CARAS
11 de setembro de 2019, 15:27

No último ano, a vida de Mohammed V da Malásia mudou radicalmente. Agora, através de um comunicado emitido pelo palácio de Kelantan, o monarca diz estar profundamente arrependido das decisões que tomou.

Tudo começou com a surpreendente decisão de se casar com Oksana Voevodina, uma modelo russa 25 anos mais nova, que já tinha sido considerada Miss Moscovo. Dois meses mais tarde, em janeiro, o rei anunciou que abdicava do trono, quando o casal se encontrava à espera do primeiro filho, que nasceu em abril.

No entanto, esta história de amor chegava ao fim em junho, dando início a um complicado processo de divórcio. Agora, sozinho e afastado do trono, o antigo rei lamenta as decisões tomadas.

O comunicado refere que Mohammed V expressa "uma profunda tristeza e remorsos pela confusão entre as pessoas que o seu erro causou." Mais ainda, lamenta a difusão em redes sociais de imagens e detalhes da sua vida privada, que causaram um escândalo no país e que o motivaram a abandonar a coroa.

De acordo com o palácio de Kelantan, as redes sociais deram lugar a falsos rumores que mancharam a reputação do rei, pelo que apelou agora aos cidadãos para "não se deixarem influenciar por afirmações falaciosas e difamatórias sobre si". Uma das principais responsáveis pela exposição do lado mais privado de Mohammed é precisamente a sua ex-mulher, Oksana, que utiliza a sua conta de Instagram para partilhar fotos com o ex-marido e com o filho de ambos, Ismail Leon. Além disso, na sua última publicação, relatou alguns factos sobre como a relação entre ambos nasceu, explicando que desde a primeira vez que viu o rei soube que seria ele o pai dos seus filhos, tendo-lhe o monarca dito que estava divorciado desde 2015 e que não teria ainda nenhum filho.

Depois disso, segundo Oksana (que ao casar-se mudou de nome para Rihana), o monarca convenceu-a a mudar-se para a Malásia e, mais tarde, surgiu em frente a esta com o traje típico do país, tendo rezado à sua frente e prometendo ensinar-lhe tudo sobre o Islão.

Enquanto a modelo continua a divulgar imagens e histórias sobre o sultão de Kelatan, título que ainda conserva, o antigo rei duvida até da paternidade do filho. De acordo com o comunicado, "não há evidência objetiva" de que o rei seja o pai biológico do bebé.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras