Nas Bancas

GettyImages-691887946.jpg

Mark Cuthbert

Levantada nova hipótese sobre os motivos da fuga da princesa Haya

A sexta mulher do emir do Dubai fugiu do país na passada semana.

CARAS
7 de julho de 2019, 12:32

O desaparecimento da princesa Haya, a sexta mulher do emir do Dubai, Mohamed bin Rashid Al-Maktoum apanhou todos desprevenidos. A princesa da Jordânia fugiu com os seus dois filhos, Jalila, de onze anos, e Zayed, de sete, e esteve em lugar incerto até a BBC ter revelado, na passada quarta-feira, dia 3 de julho, que, depois de fugir para a Alemanha, a princesa encontrava-se então refugiada numa mansão em Kensington Palace Gardens, Londres.

Agora, de acordo com o Daily Mail, foi levantada uma hipótese para justificar esta fuga repentina da irmã do rei Abdullah II da Jordânia. De acordo com a publicação, o emir suspeitava da relação de proximidade entre a sua mulher e o guarda-costas desta. De acordo com fontes próximas da família real, Haya receberia uma atenção especial por parte deste homem, que trabalhava há já vários anos para o emir.

Por outro lado, fontes próximas da princesa afirmaram ao The Times que entre os dois havia apenas uma amizade e que os ciúmes de Mohamed bin Rashid Al-Maktoum eram infundados.

Ainda assim, a atitude do empregado do emir, considerada uma traição, poderá ter levado Haya a tomar a decisão de fugir do país. A confirmar-se esta hipótese, ficaria explicada a publicação que o emir fez nas suas redes sociais na última semana, acusando a princesa de traição.

De recordar que Haya fugiu com uma mala com 35 milhões de euros e quer divorciar-se do emir. Esta é já a segunda fuga na família de Mohamed bin Rashid Al Maktum, uma vez que, no ano passado, a sua filha Latifa fugiu do palácio, acusando o pai de maus tratos, através de um vídeo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras