Nas Bancas

GettyImages-691887946.jpg

Mark Cuthbert

Mulher do emir do Dubai está desaparecida com dois filhos e 40 milhões de euros

As circunstâncias em que tudo aconteceu ainda estão a ser apuradas.

CARAS
1 de julho de 2019, 11:36

Haya, a mulher do emir do Dubai, Mohammed bin Rashid Al Maktoum, está desaparecida e poderá ter abandonado o marido, o emir e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, que não tardou em acusá-la de traição nas redes sociais. De acordo com a imprensa internacional, a princesa e irmã do rei Abdullah abandonou a sua casa na companhia dos filhos Jalila, de 11 anos, e Zayed, de sete, e 40 milhões de euros para começar uma nova vida na Alemanha, onde terá pedido asilo.

Os meios de comunicação social ingleses acreditam que esta situação poderá ter provocado uma crise diplomático entre os dois estados - os Emirados Árabes Unidos e a Alemanha -, levando o emir a pedir o regresso imediato da mulher e dos dois filhos. Contudo, será ‘forçado’ a esperar que tudo obedeça aos habituais trâmites legais. Apesar de, inicialmente se acreditar que a princesa estava a residir no Reino Unidos, fontes próximas de Haya avançaram que esta não confiava nas autoridades daquele país; outros familiares da mulher do emir julgavam que esta teria ficado num lugar seguro no Dubai.

Recorde-se que Haya e o emir se casaram numa cerimónia privada em 2004 no palácio Al-Baraka. Esta não é a primeira vez que um dos membros da família do emir de Dubai desaparece repentinamente. Em março do ano passado, a sua filha, a princesa Latifa, fugiu depois de ter gravado um vídeo de quase 40 minutos, no qual conta a sua história, o porquê de ter fugido e todas as torturas a que foi submetida, sob ordens do pai. "Este poderá ser o último vídeo que faço", começa por dizer na gravação, divulgada pela advogada.

"Se estás a ver este vídeo, não é uma boa notícia. Ou estou morta, ou numa situação muito má", acrescenta, após uma pequena introdução, na qual faz referência ao facto de o pai apenas querer saber dele próprio e do seu ego. A princesa começa por contar a história de uma das suas irmãs, que terá fugido em 2000, por não ter qualquer liberdade. Após dois meses, foi encontrada no Reino Unido e levada de volta para o Dubai, onde chegou drogada.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras