Nas Bancas

O misterioso 'desaparecimento' de Salma de Marrocos, que não aparece em público desde que se divorciou do rei

A ex-mulher de Mohamed VI esteve com o rei por cerca de 16 anos.

CARAS
13 de fevereiro de 2019, 15:57

No comunicado com o qual a casa real marroquina anunciou a visita do rei Felipe VI e Letízia a Marrocos, pode-se ler que "Sua Majestade o Rei oferece no palácio real um jantar de gala aos Reis de Espanha". O nome da princesa Lalla Salma não é mencionado, confirmando assim o divórcio do casal, notícia nunca confirmada oficialmente. Porém, a sua ausência em qualquer compromisso público desde 12 de dezembro de 2017, dava peso a notícia. Quando Mohammed VI foi operado em Paris por causa de uma arritmia, na foto divulgada estavam os irmãos e os filhos, mas nada de Lalla.

A princesa nunca mais foi vista desde então e há várias teorias. Desde ter sido avistada em Portofino, Itália, por um jornalista marroquino, a estar confinada aos seus aposentos no palácio real de Rabat, circulam muitos rumores. Diz-se também que Salma se poderá ter dirigido à Grécia, onde terá adquirido, segundo os meios de comunicação gregos, uma casa na ilha de Kea, avaliada em cerca de 3,8 milhões de euros.

De recordar que Salma foi a primeira mulher de um rei em Marrocos a ter funções relevantes, bem como a poder mostrar a cara, algo que nem a mãe de Mohamed havia feito. Diz-se que as cunhadas da ex-princesa nunca a toleraram, sobretudo por ser tão diferente, já que tinha um curso de engenharia informática e nunca se 'encaixou' por completo na vida de princesa.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras