Nas Bancas

Australiano acredita ser filho do príncipe Carlos e Camilla

O homem diz ter provas irrefutáveis daquilo que afirma.

CARAS
6 de fevereiro de 2019, 11:44

Um homem de origem australiana acredita ser filho do príncipe Carlos e de Camilla, garantindo existirem semelhanças físicas. Simon Dorante-Day diz ter sido fruto da relação entre os dois durante a sua juventude e entregue para adoção após o seu nascimento.

Acredita ainda que a princesa Diana, que morreu em agosto de 1997, sabia da sua existência e se preparava para a tornar pública. "Acreditamos que Diana sabia da minha existência e que tinha juntado as peças", sublinhou.

Simon afirma ainda que a sua avó adotiva, Winifred, que trabalhou para a rainha Isabel II e para o príncipe Philip juntamente com o seu marido, Ernest, terá dito "muitas vezes" que ele era "filho de Charles e Camilla", declarando-o abertamente em diversas situações.

Nascido em Gosport, Hampshire, a de abril de 1966, foi adotado aos 18 meses de idade por um casal chamado Karen e David Day, pelo que teria de ter sido concebido em 1965, quando Carlos tinha 17 anos e Camilla, 18 anos.

Assumindo-se como sendo o 'príncipe Simon', o homem alega que muitos comentam a sua estrutura óssea facial, garantindo que se assemelha ao do filho da rainha. "O cabelo ao estilo Camilla não engana", garante. O seu objetivo é que seja feito um teste de ADN que possa colocar fim à sua busca incessante ao longo de mais de quatro décadas. Na suas redes sociais partilha muitas fotografias suas em comparação com as da realeza, mostrando as alegadas evidências entre uns e outros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras