Nas Bancas

GettyImages-989533090.jpg

Getty Images

Ayako do Japão vai abandonar casa real para se casar com plebeu

A princesa japonesa vai casar-se nesta segunda feira, 29 de outubro

CARAS
30 de outubro de 2018, 09:37

Ao contrário do que tem acontecido com outras famílias reais, a Família Imperial Japonesa parece não estar disposta a quebrar as regras milenares que sempre a regeram. Prova disso é o corte que Ayako do Japão vai ter que fazer para se poder casar com o plebeu Kei Moriya.

O enlace acontece nesta segunda-feira, 29 de outubro, e a partir do momento em que a princesa passar a ser casada deixará de fazer parte da Família Imperial. Há, no entanto, ferramentas financeiras à disposição de Ayako que, ao abandonar a Família Imperial, terá uma quantia próxima dos 900 mil euros para que, na nova condição de casada, possa manter o estilo de vida que tinha até aqui, revela o governo japonês.

Este não é um caso inédito. Já em 2014 a irmã mais velha de Ayako, Noriko Senge, passou a plebeia quando se casou com Kunimaro Senge, tendo recebido o mesmo valor monetário para manter o estilo de vida que tinha no seio da Família Imperial. Sayako Kuroda, filha do Imperador Akihito e da Imperatriz Michiko, também abandonou as regalias imperiais para se casar com um plebeu, tendo na época recebido cerca de um milhão e cem mil euros. As constantes perdas de elementos estão a criar um problema à família imperial japonesa que, com o casamento desta segunda-feira, passará a apenas 18 pessoas.

A relação de Ayako e Kei Moriya foi fortemente impulsionada pela mãe da princesa que os apresentou. A princesa Takamado conhecia Moriya pela sua colaboração com uma ONG que prestava a apoio a crianças em países em vias de desenvolvimento. "Não sei porque é que a minha mão me apresentou ao senhor Moriya, mas sinto que foi uma grande oportunidade para partilharmos experiências que nos fizeram sentir atraídos um pelo outro", disse recentemente a Princesa Ayako.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras