Nas Bancas

GettyImages-949682120.jpg

Getty Images

As fascinantes tradições por detrás dos nomes na realeza britânica

Descubra os motivos e histórias que originaram os nomes de alguns membros da realeza do Reino Unido.

CARAS
28 de abril de 2018, 11:02

No dia em que é anunciado o nome do membro mais novo da família real britânica, o terceiro filho de William e Kate, analisamos algumas das escolhas feitas ao longo destes últimos anos.

1 - Louis Arthur Charles - É o mais recente membro da família real e o seu nome chega cheio de significado. Louis é um dos nomes do meio de William, o pai, bem como o nome do tio-avô de Filipe, o bisavô da criança, chamado Louis Mountbatten. Este foi uma grande figura paternal para o príncipe Carlos, avô do pequeno. Além deste nome, Arthur é também um dos nomes de Carlos e William. Charles será, pois uma homenagem ao avô, Carlos (Charles, em inglês).

2 - Charlotte Elizabeth Diana - No caso da princesa, Charlotte poderá ser uma referência ao avô, Carlos (já que Charlotte é, em inglês, o feminino de Charles), como também uma homenagem a Pippa Middleton, cujo segundo nome é Charlotte. Elizabeth refere-se, claro, à bisavó (Isabel II) e Diana à avó.

3 - George Alexander Louis - George era o nome do pai de Isabel II, o rei George VI. Por sua vez, Louis é um dos nomes do meio de William, e Alexander parece homenagear a rainha, cujo segundo nome é Alexandra.

4 - Henry Charles Albert David - Henry, o original nome do príncipe Harry, é um dos nomes mais usados na realeza, com um forte simbolismo. Charles é o nome do pai do príncipe, e Albert, um dos nomes do pai de Isabel II, George VI. A escolha do nome David foi inesperada, já que era o nome de nascença do rei emérito, Edward VIII.

5 - William Arthur Philip Louis - O último monarca de nome William faleceu em 1837, apesar de ser um nome com bastante tradição. Arthur poderá ter sido uma referência ao nome do meio do seu pai, Carlos. Philip é o nome do seu avô, marido de Isabel II, e Louis é um nome muito comum como 'nome do meio' na família real.

6 - Edward Antony Richard Louis - Elizabeth e Filipe sempre pareceram apreciadores do nome Edward, tendo-o usado, desta vez, como primeiro nome, e não nome do meio. Antony era o nome do marido da princesa Margaret, apesar de não se ter a certeza se a escolha terá sido em sua honra. Louis poderá ser, tal como o nome do mais recente membro da família real britânica, uma referência ao tio-avô de Filipe, Louis Mountbatten. Por fim, Richard é um nome com bastante tradição na realeza.

7 - Andrew Albert Christian Edward - Apesar de Andrew ser um nome com pouca tradição, aquele que o seguiu, Albert, compensa-o, já que carrega muito significado, sendo o nome do pai de Isabel II, que, enquanto rei, acabou por adotar o nome George VI. Além disso, era tamém o nome do marido da rainha Victoria. Na realeza dinamarquesa, o nome Christian é muito usual e, na britânica, há oito reis de nome Edward.

8 - Anne Elizabeth Alice Louise - Elizabeth é uma clara referência à rainha, Isabel II, sendo os restantes muito usuais na realeza. Alice e Louise eram os nomes de duas filhas da rainha Victoria.

9 - Charles Philip Arthur George - na realeza britânica, tinham existido dois reis Charles antes do pai de Harry e William. Philip é uma homenagem ao seu pai, o marido de Isabel II, e George ao seu avô, pai da rainha. Arthur foi uma escolha clássica no que toca a nomes reais.

10 - Elizabeth Alexandra Mary - Após o rei Edward VIII ter abdicado, em 1936, Elizabeth (Isabel II) tornou-se rainha. Antes desta, já tinha existido Elizabeth I, pelo que o nome foi apropriado ao novo título da, então, jovem. Alexandra era a esposa do rei Edward VII, bisavô de Isabel II e Mary, o nome da sua avó, a rainha Mary.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras