Nas Bancas

Príncipe Harry visita Silverstone

Príncipe Harry visita Silverstone

WPA Pool

Príncipe Harry quase morreu no Afeganistão

A passagem do neto de Isabel II pelo exército foi relatado numa biografia.

CARAS
20 de março de 2018, 10:09

Harry esteve a centímetros da morte depois da sua tropa ter passado por cima de um campo minado enquanto servia no Afeganistão. Uma nova biografia sobre a carreira militar do príncipe descreve o momento em que estava a trabalhar como controlador aéreo, responsável por monitorizar os movimentos dos talibãs, na área de Garmsir.

O capitão Dickon Leigh-Wood esteve com o príncipe nessa altura e falou sobre o momento: “Um dos veículos reparou que alguma coisa não estava bem e foi ordenado que todos parassem imediatamente. Tu aí pensas, isto vai explodir”. Dickon também se referiu ao comportamento de Harry durante a missão e afirmou que nunca o ouviu queixar-se.

Não é a primeira vez que detalhes do serviço de Harry no exército são revelados. O príncipe já falou anteriormente sobre a sua experiência, que o inspirou a criar o Invictus Games, um evento desportivo internacional com a característica de acolher apenas atletas militares com deficiências permanentes.

O neto de Isabel II revelou a situação que mais o marcou: “Estava num avião que ia partir atrasado porque o caixão de um soldado dinamarquês estava a ser colocado no avião. Enquanto estive sentado à espera, espreitei por uma cortina e vi que três dos nossos companheiros estavam embrulhados em plástico. Foi assim que tudo começou para mim. Há uma razão para ter estado no exército e nunca teria abandonado se não tivesse desempenhado o meu papel. Estas pessoas são modelos e precisam de o ser.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras