Nas Bancas

Reis da Holanda visitam ilhas do Reino dos Países Baixos afetadas pelo furacão Irma

O governo holandês contribuiu com 550 milhões de euros para a reconstrução da ilha de São Martinho, a mais afetada, e 65 milhões para as outras duas ilhas, Santo Eustáquio e Saba.

CARAS
3 de dezembro de 2017, 12:17

Guilherme e Máxima da Holanda rumaram recentemente às Caraíbas para dar início a uma visita de três dias às ilhas pertencentes ao Reino dos Países Baixos.

A primeira paragem foi a ilha de Santo Eustáquio, onde foram recebidos com toda a pompa e circunstância e fizeram questão de conhecer os afetados pelo furacão Irma. Também reuniram com representantes de várias organizações na biblioteca pública da ilha. Depois, seguiram para a vizinha Saba, onde assistiram às celebrações do Dia Nacional deste município especial localizado nas Antilhas Menores. A viagem termina este sábado, 3 de dezembro, em São Martinho, a mais devastada pelo desastre natural.

O governo holandês contribuiu com 550 milhões de euros para a reconstrução da ilha de São Martinho e 65 milhões para Santo Eustáquio e Saba, e o objetivo desta deslocação é conhecer as medidas de reconstrução tomadas pelas autoridades locais.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras