Nas Bancas

Casamento de Félix do Luxemburgo e Claire Lademacher: Os convidados

Depois de se terem casado na terça-feira, dia 17, pelo civil, os noivos voltam a trocar alianças este sábado, numa cerimónia religiosa onde reuniram familiares e amigos.

Redação CARAS
21 de setembro de 2013, 10:37

Félix do Luxemburgo e Claire Lademacher casaram-se pelo civil esta terça-feira, 17 de setembro, na Alemanha. E a cerimónia religiosa tem lugar este sábado, dia 21, na Basílica Sainte Marie-Madeleine, na localidade de Saint-Maximin-La-Sainte-Baume, que se situa na região de Provença, Sul de França.
No último fim de semana, o casal deu uma entrevista ao diário Luxembourg Wort, na qual recordaram como se conheceram, como têm sido estes anos de namoro, e revelaram alguns pormenores do enlace e os planos que têm para o futuro. “Conhecemo-nos em 2001, na Suíça, no colégio interno Beau Soleil, em Villars-sur-Ollon. Víamo-nos todos os dias enquanto estudávamos. Com o passar do tempo, começámos a ser grandes amigos. E essa amizade é a base do nosso amor”, afirmou o filho dos grão-duques Henri Maria Teresa do Luxemburgo.
Quanto ao facto de terem optado por duas cerimónias, em dois países diferentes, o príncipe esclareceu: “Diz a tradição que a cerimónia de casamento deve celebrar-se no país da noiva. Queremos manter essa tradição, como prova de respeito à família da minha noiva”.
Claire Lademacher explicou também as razões que levaram os noivos a eleger a região de Provença, em França, para a cerimónia religiosa: “Tanto o meu noivo como eu temos passado férias fantásticas juntos na propriedade dos meus pais em Lorgues e na dos meus futuros sogros em Cabasson, muitas vezes com as nossas famílias e outras na companhia dos nossos amigos. A ideia de nos casarmos na Provença francesa surgiu de forma espontânea. Queríamos relembrar todos esses momentos com as pessoas de quem gostamos”.
Apesar de ter sido cauteloso na informação desvendada, o príncipe Félix do Luxemburgo revelou: “Esperamos 370 convidados. Partiremos de lua-de-mel no dia seguinte ao casamento. Encarreguei-me pessoalmente de todos os detalhes. Contudo, na minha família é tradição não revelar o destino da lua-de-mel, pelo que terão de perceber que não vou dizer mais nada sobre esse assunto”, disse.
Para além de ser o país escolhido para o casamento religioso, França será também o local onde o casal pretende instalar-se para começar a sua nova vida. “Decidimos instalar-nos no Sul de França e explorar vinhas da família, apesar de eu continuar com o meu trabalho normal”. Recorde-se que o príncipe terminou recentemente o seu mestrado em bioética.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras