Nas Bancas

Imperador Akihito

Imperador Akihito

Reuters

Imperador do Japão pede à população para não perder a esperança

No poder há 22 anos, o imperador falou pela primeira vez na televisão para apelar à calma da população face à situação dramática causada pelo sismo.

Joana Carreira
16 de março de 2011, 15:06

O Japão vive momentos dramáticos depois do devastador sismo e consequente tsunami que ocorreu na passada sexta-feira, 11 de março, no norte do país. A situação levou o imperador Ahikito a falar na televisão pública nipónica, a NHK, pelo primeira vez em 22 anos no poder.

Na mensagem divulgada, o imperador mostrou-se "profundamente preocupado" e expressou as suas condolências às vítimas do tsunami. "Um terramoto desta dimensão nunca tinha assolado o Japão. Ainda não sabemos o número total de vítimas, mas a minha esperança é que o máximo possível de pessoas estejam a salvo", referiu o imperador, de 77 anos, visivelmente abatido com a situação.

Ahikito do Japão pediu à população que "não desista" e não "perca a esperança". "Espero sinceramente que a população possa superar este momento infeliz", acrescentou o imperador, a quem recentemente foi diagnosticado um problema cardíaco.

Recorde-se que, de acordo com os últimos dados da polícia japonesa, o sismo já fez 3771 mortos e continuam 8181 pessoas desaparecidas.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras