Nas Bancas

Bianca Balti: Uma italiana que aposta na sensualidade

“Looks” simples, mas cheios de personalidade, são os escolhidos pela modelo italiana, de 33 anos. A diferença é marcada pelas joias que escolhe ou pelas carteiras em pele. A Dolce & Gabbana é a sua marca de eleição.

CARAS
18 de novembro de 2017, 18:00

Bianca Balti tinha tatuagens, piercings e cabelo rapado quando Bruno Pauletta, diretor da agência italia­na Brave Models, apostou nela. De olhos azuis, cabelo castanho, 1,76 m e uma figura esbelta, não tardou a tornar-se uma das modelos mais requisitadas por grandes marcas, como a L’Oréal. Com a Dolce & Gabbana assinou até um contrato de exclusividade aos 20 anos. E já percorreu passerelles para marcas como Victoria’s Secret, Karl Lagerfeld, Marc Jacobs, Prada e Alexander McQueen. Hoje tem 33, é mãe de duas raparigas, Matilde, de dez anos, do seu casamento com o fotógrafo Christian Luicid, e Mia, de dois, que nasceu da sua relação com o americano Matthew McRae. O casamento com este último, em agosto deste ano, foi tema de capa da revista Grazia italiana. Mas é óbvio que continua a dar que falar.
Fora das luzes da ribalta, o seu estilo é igualmente apreciado e reproduzido. A italiana – natural de Lodi, uma cidade charmosa situada na região da Lombardia, Itália – gosta de peças simples e intemporais, mas de bom corte. Os jeans estão no topo da lista e, no que toca à paleta de cores, o preto vem em primeiro lugar. Bianca prefere marcar a diferença com os acessórios. Como produtos de beleza, considera obrigatórios uma máscara de pestanas e um batom hidratante.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras