Nas Bancas

Kate Moss

Kate Moss

Getty Images

Kate Moss: “Tudo o que se diz nunca teve a ver com quem eu sou”

A modelo garante que as pessoas têm uma ideia errada a seu respeito.

Redação CARAS
29 de outubro de 2012, 15:01

Kate Moss recorda alguns dos momentos mais importantes na sua vida na autobiografia intitulada Kate: The Kate Moss Book. Muitas vezes associada a uma vida marcada pelo consumo de álcool e drogas, a modelo britânica, de 38 anos, garante que nunca consumiu heroína, tal como tantas vezes foi dito na imprensa. “Se eu fosse anorética ou se eu tivesse usado heroína, talvez as pessoas me tratassem mais carinhosamente. Mas eu não fui nenhuma dessas coisas que dizem sobre mim”, afirma Kate Moss.
A top model diz ainda que as pessoas sempre tiveram uma ideia errada a seu respeito e que não a conhecem verdadeiramente: “Tudo o que se diz nunca teve a ver com quem eu sou”.
No livro, Kate Moss recorda ainda o início da sua carreira e a forma como olhava para si própria aos 15 anos. "Eu odiava os meus seios quando era adolescente. Fazia qualquer coisa para não tirar o top que eu usava. Agora vejo a nudez de outra forma. Antes, não. Chorei durante anos", confessa a manequim, admitindo que a relação com o seu corpo nem sempre foi fácil.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras