Nas Bancas

Fátima Lopes: "A história da minha vida é feita de dificuldades"

Positiva, a estilista nunca desiste dos seus sonhos e mostra como tem vencido as adversidades.

Joana Carreira
13 de setembro de 2011, 10:23

Com a chegada dos dias quentes, Fátima Lopes mudou-se de 'armas e bagagens' para o Algarve, onde tem o Faces Beach Club, que se divide em dois espaços, um restaurante/lounge bar e uma discoteca. "A trabalhar mais do que alguma vez trabalhei", como referiu à CARAS, a estilista madeirense arranjou tempo na sua agenda e esteve à conversa connosco sobre como tem conseguido realizar todos os seus sonhos, apesar das dificuldades que tem encontrado ao longo no caminho.

- Já não é apenas um nome do mundo da moda. Porquê apostar também na restauração e na diversão noturna?
Fátima Lopes - É uma tendência internacional. Tornou-se moda os criadores terem restaurantes, bares, hotéis... E ao longo da minha vida tenho seguido os bons exemplos, mas sempre com um estilo próprio. Não sou cópia de nada nem de ninguém. Nunca pensei a minha carreira apenas a nível nacional. Quando, há 13 anos, fui para Paris, tudo era um sonho, mas como não sou pessoa de desistir, aventurei-me. Tenho a consciência de que o meu negócio não tem nada a ver com os grandes grupos internacionais de moda! Sei bem a dimensão da minha marca. A minha vida tem sido acreditar nos meus sonhos e concretizá-los.

Fátima Lopes
Fátima Lopes
Natacha Brigham
- Quando os seus sonhos não se concretizam, como é que lida com a desilusão?

- A palavra desistir não faz parte do meu vocabulário. Às vezes, até parece que tudo é fácil, mas não é. A história da minha vida é feita de dificuldades, nunca nada me caiu do céu, mas costumo dizer que não há impossíveis, só difíceis. Sou, por natureza, uma pessoa forte, e as adversidades dão-me ainda mais força. Nada é nosso e temos sempre de ir à luta. Arrogância, prepotência e manias de estrelato são coisas que nunca vou ter na vida. Dependo sempre de equipas.


- A Fátima Lopes pessoa não se perde um bocadinho por detrás da marca?

- Sou muito aquilo que mostro. Sou e serei eternamente a mesma pessoa.


- É exagerado dizer que neste momento a sua vida é só trabalho?

- Estou a trabalhar mais do que alguma vez trabalhei... Tenho um restaurante e esqueço-me de comer, porque tenho sempre muitas coisas para fazer. Mas depois do desfile em Paris e do Portugal Fashion vou meter-me num avião para destino incerto. Vou para um daqueles sítios paradisíacos sem nada para fazer.


- Nem parece ter tempo para se apaixonar de novo...

- Neste momento não há tempo para isso! A vida é feita de fases, e agora estou totalmente dedicada ao trabalho. Não fecho as portas a nada, pois sou muito positiva. Não acredito em nada eterno, mas tenho sido muito feliz e não me arrependo de nada, voltava a repetir tudo. E com certeza vou apaixonar-me novamente.
Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras