Nas Bancas

Pedro Crispim

Pedro Crispim

Paulo Lopes

A escolha de... Pedro Crispim

Aos 32 anos, o 'fashion adviser' afirma que a moda, onde começou como manequim, é o seu mundo. Por isso, é com entusiasmo que se mantém atento às tendências.

Joana Carreira
24 de abril de 2011, 19:33

Fez parte do programa Esquadrão G, na SIC, mas frisa: "A televisão é um gosto, não a minha vida." Atualmente a trabalhar como store manager da marca Guess, atividade que concilia com o styling, produção de moda e formações na área, Pedro Crispim assegura que a moda é o seu mundo, no qual começou a trabalhar aos 17 anos, como manequim.
Formado em Design de Equipamento pela Faculdade de Belas Artes, Pedro nasceu em Évora, mas apaixonou-se por Lisboa, onde vive há já alguns anos. Gosta de música, de cinema e de estar atento 24 horas por dia às tendências que se ditam. Para o produtor, Vicky Fernandes é um símbolo de elegância em Portugal, enquanto a nível internacional destaca o designer de moda Tom Ford, pela sua sofisticação.

A Música
Marisa Pinto
Levo sempre no meu iPod a voz da
ex-vocalista dos Donna Maria, pela sua garra, pelo timbre de que tanto gosto. Confesso que acompanhou várias fases e momentos da minha vida, quase como uma banda sonora.

O Espetáculo
"Lago dos Cisnes"
Da Companhia Nacional de Bailado, com a fantástica primeira bailarina Ana Lacerda. Sempre que vou assistir, sou envolvido pela beleza e densidade emocional deste espetáculo que, passem os anos que passarem, é de facto intemporal. Também gosto muito do que é nosso, e recomendo Fado, História de um Povo, em cena no Casino Estoril. O La Féria é um génio.

O Filme
"Single Man", de Tom Ford
Pelos fantásticos atores e, claro, pelo irrepreensível bom gosto de todos os pormenores e estética que vão desde o guarda-roupa à direção artística.

O Restaurante
Lisboa à Noite
Fica na Rua das Gáveas, no Bairro Alto. Ali tudo é perfeito. Da carta de comida portuguesa deliciosa com um toque sofisticado ao atendimento simpático e exemplar, tudo faz com que a nossa ida seja mais do que uma refeição, uma experiência inesquecível que nos faz ficar com vontade de voltar.

O Bar
Orpheus
No Jardim do Príncipe Real. O confortável espaço com uma imagem retro faz-nos viajar ao passado, a música jazz torna o ambiente agradável, a carta de vinhos e sumos naturais são de difícil escolha, os brunches ao domingo são ótimos para quando acordamos mais tarde.

O Hotel
Majestic, em Barcelona
Pela força da sua história e pela clássica e elegante arquitetura e decoração. É obrigatório sempre que vou a esta cidade, que adoro. No Paseo de Gracia, perto de tudo.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras