Nas Bancas

Sari transparente de Liz Hurley rouba protagonismo à bela Natalia Vodianova

Liz não terá reparado ou não se preocupou em tornar o vestido opaco, e no dia seguinte era notícia em todo o mundo.

Andreia Guerreiro
7 de março de 2010, 11:29

A anfitriã do Love Ball - baile solidário que, na noite de 23 de Fevereiro, reuniu muitas figuras do mundo da moda e do jet set na famosa sala de espectáculos londrina Roundhouse - era a belíssima top-model russa Natalia Vodianova, de 28 anos, mas quem acabou por estar no centro das atenções foi a sua colega Elizabeth Hurley, de 44. E tudo porque apareceu com os seios... à mostra. Passamos a explicar: casada há três anos com o herdeiro de um império têxtil da Índia, Arun Nayar, Hurley levou a este baile um elegante sari num dégradé de azuis salpicado de apontamentos prateados. Até aqui, nada a assinalar. Só que o tecido era completamente transparente e Liz, que não reparou ou não se preocupou em torná-lo opaco, não usou sequer sutiã. Com as luzes dos flashes dos fotógrafos que se aglomeraram junto da passadeira vermelha, a transparência tornou-se mais notória, e no dia seguinte Liz era notícia em todo o mundo.

Liz Hurley
Liz Hurley
Getty Images
A revista
Now
disse até que a modelo sofre de uma
"disfunção"
com o vestuário, aludindo a uma outra ocasião em que Liz surgiu com um decote que lhe deixava tudo bem à vista. Foi em 1994, quando compareceu ao lado de
Hugh Grant
, então seu namorado, à antestreia londrina de
Quatro Casamentos e um Funeral
num modelo Versace preto com as alças presas por alfinetes-de-ama, e que a partir daí ficou conhecido por
"aquele vestido"
.


Natalia Vodianova
Natalia Vodianova
g3online
Quanto a Natalia Vodianova, talvez não se tenha ofendido por ter sido ofuscada por Liz. Afinal, tudo o que ela queria era chamar as atenções para o evento que organizou, com o apoio da conceituada revista Harper's Bazaar, e que teve como objectivo recolher fundos para a Naked Heart Foundation, instituição que a mode­lo criou em 2008 com o objectivo de abrir parques infantis em zonas desfavorecidas da Rússia e Inglaterra, proporcionando assim momentos de alegria às crianças mais pobres.




Siga a CARAS no
e no
!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras