Nas Bancas

Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda dão segunda oportunidade ao seu casamento

Os cerca de quatro meses de afastamento permitiram à estilista madeirense e ao empresário perceberem que são mais felizes juntos.

Andreia Guerreiro
14 de janeiro de 2010, 11:39

Após um "período de reflexão", que durou cerca de quatro meses, Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda decidiram dar uma segunda oportunidade ao amor que sentem um pelo outro. Depois do empresário ter faltado ao desfile da mulher em Paris e semanas depois ao do Portugal Fashion, em Outubro, surgiram notícias na imprensa que sugeriam a separação do casal, rumores que se intensificaram quando a estilista deixou de usar a aliança. Contudo, tanto Fátima Lopes como o marido sempre adoptaram uma postura muito discreta em relação ao que se passava no seu casamento, prescindindo de fazer qualquer comentário.

Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Natacha Brigham
Independentemente do afastamento, a reconciliação nunca foi posta de parte e, agora que um novo ano começa, o casal parece estar muito próximo e feliz, como a CARAS pôde comprovar na passagem de ano. Sorridentes, o empresário e a estilista madeirense chegaram ao Casino Estoril com as respectivas alianças. Apesar de não querer falar com a imprensa, Eduardo da Bernarda posou ao lado da mulher. Com o passar das horas e a animação própria do
réveillon
, o casal não se deixou inibir pelas objectivas dos fotógrafos e trocou abraços e beijos apaixonados. Dois dias depois, e já longe da euforia da festa, a estilista madeirense e o empresário foram almoçar ao Guincho, onde, mais uma vez, ficou bem claro que o amor e a cumplicidade voltaram a preencher os seus dias.


Apesar da estilista não querer adiantar os motivos que estiveram na origem do seu afastamento, a CARAS sabe que Fátima Lopes e o marido já passaram o Natal juntos. Aliás, terá sido nesta altura que os dois decidiram dar uma segunda oportunidade ao casamento, que tem já sete anos.


Eduardo da Bernarda e Fátima Lopes
Eduardo da Bernarda e Fátima Lopes
Natacha Brigham
Segundo o que foi publicado em vários meios de comunicação social, a excessiva dedicação da estilista ao trabalho teria sido um dos motivos que esteve na origem do afastamento do casal. Apesar de ter vários projectos profissionais para o ano que agora começa, Fátima Lopes confessou à CARAS que quer encontrar um equilíbrio entre o trabalho e a sua vida pessoal, porque só assim é feliz.


Momentos depois da entrada em 2010, a CARAS falou com Fátima Lopes sobre o período feliz que vive e os sentimentos que pautam este início de ano, que parece ter começado da melhor forma.


- Foi uma entrada muito feliz em 2010...
Fátima Lopes -
Foi. Acho que 2010 vai ser um ano maravilhoso.


Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Natacha Brigham
- E foi um abraço muito sentido aquele que deu ao seu marido momentos depois da meia-noite...
-
Foi... A vida é feita de momentos, e este é um momento muito especial.


- Estes cerca de quatro meses foram de reflexão?
-
Na vida, tudo é importante quando nos faz ver o que realmente queremos.


- E perceberam que o que querem é estar um com o outro?
-
Exactamente.


- Durante estes meses em que estiveram mais afastados, conseguiram perceber em que é que podem melhorar a vossa relação?
-
Disso já não queria falar. Mas tudo o que acontece na vida é pelo melhor. E acho que às vezes é preciso parar, reflectir, para depois as coisas correrem bem.


Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Natacha Brigham
- Então, esta pausa acabou por ser benéfica para a vossa relação...
-
Acredito que sim.


- Acha que encontraram um novo equilíbrio para o vosso casamento?
-
Acho que este tempo nos fez reflectir e, às vezes, isso é necessário para percebermos o que é que queremos da vida.


- Acredita que esta reconciliação vai dar certo?
-
Acredito que este ano vai ser fantástico. Entro no ano a acreditar que vai ser maravilhoso, tanto em termos pessoais como profissionais. Nós temos de acreditar e depois agirmos para que as coisas aconteçam. E eu, neste momento, estou muito optimista.


- É uma mulher de trabalho, mas também dá importância aos afectos...
-
A vida só faz sentido se tivermos um equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional. E neste momento sou uma mulher realizada, feliz, porque tenho os dois lados. E vou entrar no ano da melhor maneira.


Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
Fátima Lopes e Eduardo da Bernarda
D.R.
- Esta reconciliação fá-la querer moderar o seu empenho no trabalho?
-
Não posso moderar o trabalho, porque quero fazer cada vez mais projectos. Tenho muita vontade de fazer coisas novas, mas acho que é possível haver um equilíbrio. Não vou parar nunca, porque só sou feliz se estiver a fazer muitas coisas ao mesmo tempo.


- E o Eduardo percebe isso?
-
Percebe. Esta é a minha maneira de ser e sou feliz assim. Sei que tem de haver um equilíbrio e acho que, neste momento, o atingi. E isso é que é importante. Sempre dei muita importância ao lado profissional, mas também sei que é muito importante estarmos felizes com o nosso lado pessoal, até para nos sentirmos bem connosco próprias. Sou uma pessoa que se sente realizada com a sua vida profissional. O ano de 2010 vai ser um grande ano, e é preciso saber equilibrar o lado pessoal com o profissional. É o que vou fazer.


Eduardo da Bernarda e Fátima Lopes
Eduardo da Bernarda e Fátima Lopes
D.R.
- E neste momento é uma mulher feliz nesses dois campos da sua vida...
-
Estou feliz com a minha vida pessoal e profissional.


- Está feliz ao lado do seu marido...
-
Estou! [risos]


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras