Nas Bancas

Luísa Beirão e Ana Isabel

Luísa Beirão e Ana Isabel

Natacha Brigham

Luísa Beirão e Ana Isabel abrem espaço exclusivamente dedicado às mulheres

"Quisemos que fosse um bocadinho como a nossa casa. E acho que conseguimos criar um espaço bastante acolhedor." (Ana Isabel)

Andreia Guerreiro
28 de setembro de 2009, 11:33

O convite que Luísa Beirão e Ana Isabel enviaram às amigas, para a inauguração da sua loja, Négligée, suscitou alguma curiosidade. "Exclusivo a mulheres", dizia. Um 'mistério' que levou dezenas de convidadas até à Rua Castilho num final de tarde. "Não somos nada feministas, nem queremos ofender ninguém, aliás, temos imensa pena dos nossos maridos, amigos, pais não estarem presentes, mas hoje é um dia de mulheres, porque este espaço é-lhes dedicado", explicou Luísa Beirão.

No entanto, Ana Isabel quis deixar bem claro que ali "também há espaço para os homens, até porque muitos deles gostam de oferecer lingerie às mulheres". Como é o caso do marido de Helga Barroso, que nos contou que por vezes Luís Evaristo lhe faz uma surpresa: "Eu adoro lingerie e, como ele conhece perfeitamente o meu gosto, já me ofereceu algumas peças."

A ideia de criar um espaço intimista dedicado à mulher tem vindo a ser trabalhada pelas amigas e manequins desde Fevereiro deste ano, e tudo foi pensado ao mais ínfimo pormenor. Ana referiu que desde o candeeiro aos sofás, passando pelas cores das paredes, foi tudo criado nas suas cabeças e reproduzido na perfeição: "Quisemos que fosse um bocadinho como a nossa casa. E acho que conseguimos criar um espaço bastante acolhedor. Aqui há um atendimento personalizado e eu vou cá estar praticamente todos os dias."

E foi essa mesma sensação que Frederica Sá Pinto experimentou quando entrou no quarto andar daquele apartamento transformado em loja: "Eu tenho bastante cuidado com a lingerie, e não há nada deste género cá em Portugal. É um espaço fantástico, acolhedor e com peças muito bonitas."

O feedback das várias convidadas "foi um presente excelente" para Ana Isabel, que no dia da inauguração festejou o seu 34.º aniversário: "Já tínhamos decidido que ia ser em Setembro e então resolvemos juntar as datas e fazer tudo no dia 15. Estou muito feliz. Acreditamos muito neste projecto. É um pouco o espírito de O Sexo e a Cidade, em que as amigas vão juntas às compras, bebem um chá, ficam à conversa, experimentam as peças à vontade, sem olhares indiscretos... Não queremos um conceito de loja normal. A lingerie é uma coisa muito sensível e íntima, por isso tinha de ser uma coisa mais privada."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras