Nas Bancas

Des Arts - Hostel & Suits: Uma viagem ao passado em Amarante

Inspirados pelas histórias e fotografias que cresceram a ouvir e a ver, os proprietários prestam homenagem aos artistas locais ou que ali passavam temporadas.

Ana Paula Homem
27 de agosto de 2017, 18:00

Descendente do poeta e escritor amarantino Texeira de Pascoaes, Francisca Fonseca viajou por todo o mundo antes de regressar às origens e recuperar, juntamente com o marido, Roberto Feitosa, o histórico Hotel Silva, primeiro hotel de Amarante, dando-lhe uma nova vida.
Com uma localização privilegiada em pleno centro da cidade, e debruçado sobre o rio Tâmega, o Des Arts - Hostel & Suites é marcado por uma forte ligação à arte e à cultura. Inspirados pelas histórias e fotografias que cresceram a ouvir e a ver, os proprietários prestam homenagem aos artistas locais ou que ali passavam temporadas: cada quarto tem o nome de um pintor ou escritor e conta um pouco da sua história. A ligação à arte estende-se até ao jardim, desenhado com base num quadro de Amadeo de Souza-Cardoso, também natural de Amarante.
Na renovação do edifício, Francisca e Roberto reaproveitaram muito da “riqueza” acumulada pela história, como madeiras, móveis e objetos, muitos deles convertidos em novas peças e finalidades.
Como o nome indica, o Des Arts associa a vertente hotel e hostel, reunindo 15 confortáveis suítes e nove camaratas. A cozinha e sala de jantar são comunitárias, para que os hóspedes possam preparar as suas próprias refeições e sentir-se em casa. O bar funciona também como sala de estar, convidando a desfrutar da vista sobre o rio e a natureza envolvente. Um bom ponto de partida para a descoberta da Serra do Marão, do Parque Natural do Alvão e do Douro.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras