Nas Bancas

Quinta da Lamosa: Mergulho na natureza minhota

A unidade hoteleira situa-se no Gerês.

CARAS
30 de abril de 2016, 17:00

Perfeitamente enquadrada na arquitetura patrimo­nial e paisagística da região minhota e do Gerês, a Quinta da Lamosa Agroturismo, em Gondoriz, Arcos de Valdevez, assenta os seus pilares no desenvolvimento agrícola, mas complementou-os com a criação de três casas de campo em antigas construções rústicas – a Casa da Corte, a Casa da Árvore e a Casa do Espigueiro – que proporcionam aos seus hóspedes interagir e captar os costumes e histórias das gentes locais usufruindo de todo o conforto, pois possuem ar condicionado, dispõem de casa de banho privativa, área de estar com televisão, cozinha equipada e acesso Wi-Fi gratuito.
Apostando na qualidade de um serviço familiar e intimista a Quinta da Lamosa permite ainda aos hóspedes que o desejarem serem figuras integrantes das atividades agrícolas, participando nos trabalhos diários ou, simplesmente, apreciando a tranquilidade do campo minhoto e os hábitos das suas gentes.
Naturalmente, tendo em con­ta a paisagem onde se insere, a Quinta da Lamosa permite a quem nela se instala a prática de inúmeras atividades outdoor: caminhadas na natureza, pesca, caiaque – a quinta situa-se a 200 metros da margem do rio Vez –, cicloturismo, equitação, montanhismo ou, simplesmente, passeios de carro por paisa­gens de cortar a respiração, pois situa-se a apenas 25 minutos de carro do Parque Nacional Peneda-Gerês.
Para quem procura apenas descansar e recuperar as energias gastas num quotidiano stressante, nada como sair do quarto e instalar-se numa das espreguiçadeiras junto à piscina, cujo relvado é bordejado por vinhas e verdejante arvoredo.
E quando a fome aperta e a vontade de prolongar o dolce far niente impede o visitante de sair à procura de um restaurante, a quinta tem um serviço de catering baseado na gastronomia da região que serve nas respetivas casas.
A NÃO ESQUECER:
Como chegar: De Lisboa, pela A1 até ao Porto, depois pela A3 em direção a Braga. Sair para Ponte de Lima e seguir até Arcos de Valdevez e Gondoriz pela N101.
Onde comer: Além do “catering” da quinta, experimente os restaurantes Abocanhado, Sabor ao Borralho, Costa do Vez ou O Lagar.
A não perder: Um passeio ao Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras