Nas Bancas

Castelo de Bode: Paraíso náutico entre pinhais

Uma sugestão Boa Cama Boa Mesa.

CARAS
21 de novembro de 2015, 17:00

A albufeira de Castelo de Bode deixou há muito de ser uma joia escondida entre pinhais. Desde a construção da barragem em si, nos anos 50, o espelho de água – que foi o maior de Portugal antes da construção da barragem do Alqueva – ganhou fama como local de rara beleza, propício ao lazer e com a mais-valia de estar a pouco mais de uma hora de distância de Lisboa. Depressa se tornou um destino turístico popular, mas nos últimos anos, provavelmente devido à rigorosa proteção da sua água (bebida em toda a região de Lisboa) e à crise, o lago perdeu algum do seu fulgor. Os últimos anos marcaram, no entanto, uma viragem, com a aposta em novas unidades de hotelaria, restauração, equipamentos náuticos, praias fluviais e pequenos negócios que têm florescido. Palco de campeonatos mundiais de desportos náuticos, a albufeira de Castelo de Bode volta a viver dias de efervescência turística que em conjunto com a sua beleza natural a tornam um destino cada vez mais apetecível. Conheça algumas sugestões de visita, tanto de locais a não perder, como de restaurantes e hotéis que estão a marcar o regresso do grande lago azul.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras