Nas Bancas

Pousada da Serra da Estrela

A mais nova Pousada de Portugal do Grupo Pestana abriu no dia 1 de abril.

8 de abril de 2014, 13:38

Projetado nos anos 20 pelo versátil arquiteto e cineasta Cottinelli Telmo, o Sanatório das Penhas da Saúde, na Serra da Estrela, foi mandado construir pelos caminhos de Ferro para acolher os seus funcionários com tuberculose, que ali beneficiariam dos saudáveis ares serranos. Muitos anos e peripécias depois - desativado como sanatório em 1969, nos anos 70 foi palco de bailes de Carnaval organizados pelo Clube Nacional de Montanhismo e em 1975 acolheu várias famílias de retornados das ex-colónias que ali foram permanecendo até organizarem as suas vidas - no início dos anos 80 o edifício mergulhou num sono longo e profundo que o conduziu a uma decadência quase irreversível.
Vendido simbolicamente por 1 euro à Enatur em 1998, para ali ser feita unma pousada, o sanatório acabou por dormir por mais alguns anos, mas no passado dia 1 de abril, após uma profunda intervenção com assinatura de um dos mais consagrados arquitetos portuenses Eduardo Souto de Moura, Prémio Pritzker 2011, despertou finalmente como Pousada de Portugal do Grupo Pestana.
Respeitando a traça original do imponente edifício, ao qual devolveu o esplendor de outros tempos, mas adaptando-o às necessidades de conforto dos nossos dias, Souto de Moura concebeu um espaço clean, luminoso e que aposta nos tons pastel para criar a atmosfera acolhedora e suave que se pretende num espaço que tanto pode ser desfrutado numa fuga a dois como numas animadas férias em família ou num retiro a sós.
Com 92 quartos (entre os quais dois com conceito SPA), piscina interior e exterior, SPA, restaurante e sala de reuniões, a Pousada da Serra da Estrela tanto está vocacionada para o turismo de inverno - afinal, a poucos metros, encontra-se a Torre com as suas pistas de esqui - como para o verão, uma vez que a natureza envolvente tem muito para oferecer.
A NÃO ESQUECER
Como chegar:
De Lisboa, pela A1, saída na A23, siga até à Covilhã e daqui até à Serra da Estrela.

Do Porto, pela A1, saída A25 e A23 até à Covilhã.
A não perder: No inverno, todas as atividades proporcionadas pela neve, como esqui e 'skilboard'. No verão, cicloturismo, alpinismo e passeios a pé e de carro para descobrir a serra.
Onde comer: No restaurante da pousada. Na Covilhã, aproveite para descobrir as iguarias da gastronomia serrana.
CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES

 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras