Nas Bancas

Castro Marim: Da serrania até ao mar

Uma sugestão 'escape.pt'.

escape.pt
23 de outubro de 2013, 22:54

Castro Marim alia o melhor de dois mundos, já que aqui não é preciso escolher entre a serra e o mar. O concelho permite usufruir de um Algarve interior, desconhecido de muitos e, simultaneamente, de diversas praias paradisíacas, de água transparente e tépida. E também não falta história neste local. A vila foi conquistada aos mouros em 1242, por D. Paio Peres Correia, e ainda tem muitas marcas do passado. Uma visita obrigatória neste âmbito será ao Castelo de Castro Marim (com vista para as salinas e para o rio Guadiana), ao Museu Arqueológico e Etno­gráfico, onde pode aprender mais sobre a origem e as tradições da vila, e ao Forte de S. Sebastião, de onde se avista uma extensa paisagem que ultrapassa o concelho.
A vertente religiosa também está bem patente em Castro Marim – a primeira sede da Ordem de Cristo, por decreto do Papa João XXII de 14 de março de 1319 – e pode ser observada em muitos dos seus templos, de que são exemplo a Ermida e o Revelim de Santo António, em Castro Marim, e as igrejas de Nossa Senhora dos Mártires e do Imaculado Coração de Maria, em Altura.
Para conhecer o concelho, os amantes da natureza e do exercício físico podem optar por um dos muitos percursos pedestres existentes, alguns dos quais junto às barragens de Odeleite e do Beliche. Já a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim é um espaço privilegiado de contacto com as diversificadas fauna e flora deste concelho. O verde da paisagem interior contrasta com o azul do oceano. E é aqui que se encontra um dos maiores atrativos do concelho: os areais da Praia Verde, da Praia do Cabeço e da Praia da Alagoa, em Altura.

A NÃO ESQUECER:
Como chegar: Siga até ao Algarve e depois faça a ligação a Castro Marim através da Via do Infante ou da EN 125.
Onde ficar: Eurotel Altura, Praia Verde Suite Hotel, Companhia das Culturas (TER).
A não perder: Uma visita às salinas e às suas impressionantes pirâmides brancas de sal marinho e flor de sal.
Onde comer: Pézinhos N’Areia (Praia Verde) e Sem Espinhas (Praia do Cabeço).

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras