Nas Bancas

Marrocos - Chefchaouen

Azul mágico.

Redação CARAS
24 de fevereiro de 2013, 15:00

Marrocos cheira a mar, fruta e especiarias, temperado com o vento do deserto! Um país que recebeu tantas culturas, dos romanos aos portugueses, dos berberes aos árabes, devolve-nos hoje, com sabedoria, essa riqueza histórica. O norte do país brinda-nos com belíssimas cidades como Ceuta, Tânger, Tétouan, Fez ou Chefchaouen – também designada Chaouen –, sobre a qual nos debruçamos aqui.
Situada a cerca de 100km a sul de Ceuta, esta é a cidade do azul glaciar. Num misto de cores, imperam o branco e esse azul mágico, que lhe dá uma aura única. Fundada em 1471 pelo mulay Ali Ben Rachid, fica num enclave de montanhas que lhe permitiu dominar a rota mercantil entre Tétouan e Fez, bem como foi a base da resistência às invasões portuguesas da época. Hoje, acolhe os portugueses de braços abertos e tornou-se um destino turístico muito procurado em Marrocos, sobretudo no verão, embora a praia fique a cerca de um hora de carro.
Há um encanto especial em percorrer as ruas estreitas, subir degraus sem fim e observar detalhes que se escondem em cada porta, janela ou recanto. As cores, os cheiros e os sabores do chá e das especiarias misturam-se nos mercados, por onde apetece passear e ‘sentir’ a vida pura e simples desta cidade. O comércio típico é, aliás, um dos grandes atrativos de Chefchaouen, com destaque para o artesanato e os têxteis.
Na hora das refeições, pode optar pelo incontornável cuscuz, mas vale sempre a pena provar o perfumado tajine, seja de borrego, vaca ou peixe, cozinhado num recipiente de barro, com legumes e outras verduras, amêndoas e ameixas, envolvido em canela ou açafrão. E para mergulhar inteiramente no espírito marroquino, o melhor alojamento é um riad, casa tradicional marroquina (ou palácio) com um jardim interior. Mas há variadíssimos hotéis à disposição, tanto dentro como fora da medina.

A NÃO ESQUECER:
Como ir: De carro até Cádiz, apanhando depois o “ferry-boat” para Ceuta e daí seguindo novamente de carro; de avião, através da Royal Air Maroc, para Marraquexe.
Idioma: Árabe e francês
Moeda: Dirham marroquino (1 euro equivale a 11,36 MAD)
Capital: Rabat
Clima: O norte de Marrocos é muito húmido e chuvoso durante o inverno. No verão, o clima é seco e bastante quente, atingindo temperaturas muito elevadas
Informações úteis: Caso pretenda ir de carro, convém não esquecer que os habituais seguros portugueses não são válidos em terras marroquinas e não é permitido entrar em Marrocos com um carro alugado em Portugal.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras