Nas Bancas

Herdade do Reguenguinho: Um desafio aos sentidos no Alentejo

Tranquilidade, descanso e conforto a poucos quilómetros da vila do Cercal.

Pedro Amante
6 de novembro de 2012, 00:42

A poucos quilómetros da vila do Cercal, perdido na paisa­gem do sudoeste alentejano, salta-nos à vista o pequeno casario de tom laranja vivo. Estamos na Herdade do Reguenguinho, onde o tempo passa devagar e a hospitalidade de Susana Abreu e Ricardo Vaz nos faz sentir em casa. Situado a cerca de 15 quilómetros do Porto Covo e Vila Nova de Milfontes e com algumas das mais bonitas praias da região ali tão perto, este monte alentejano é o sítio ideal para quem procura tranquilidade, descanso e muito conforto. A decoração é cuidada e em cada recanto encontramos pormenores que nos levam até outras paragens, vestígios das várias viagens realizadas pelo casal, que há uns anos trocou a vida citadina pela calma do Alentejo.
A herdade é composta por três quartos, três suítes e duas palafitas ao nível da copa das árvores. Aqui nada foi deixado ao acaso. Todos os aposentos são diferentes, das cores aos cheiros, dos objetos decorativos às texturas, num verdadeiro apelo aos sentidos. Cá fora, sente-se o ar forte da planície, cortada pela convidativa piscina, que é um oásis nos dias mais quentes. Um pouco por todo o lado encontramos espreguiçadeiras e camas cheias de almofadas para que o repouso nunca seja demais. E quando o frio se faz sentir, a lareira é a alma da casa, tendo um livro como companhia ou um bom vinho para ‘aromatizar’ uma agradável conversa. O pequeno-almoço, servido na sala ou no alpendre, está repleto de iguarias da região. Também se servem refeições ligeiras, no entanto, para conhecer a verdadeira gastronomia alentejana nada melhor do que uma visita ao restaurante O Passarinho, no Cercal, para provar as especialidades da D. Cila.
Nos dias mais quentes, nada melhor do que uma visita a uma das muitas praias da Costa Vicentina. A ainda selvagem praia dos Aivados é uma das mais bonitas do país e está a apenas 15 quilómetros do Reguenguinho. Quem prefere o campo pode optar por um passeio de bicicleta ou de segway até à vizinha Barragem de Campilhas. Porém, a melhor atividade é mes­mo o descanso, não estivéssemos em pleno Alentejo.

A NÃO ESQUECER:
Como chegar: A Herdade do Reguenguinho fica na costa alentejana, a cerca de cinco quilómetros do Cercal, na Estrada Nacional 262.
A não perder: Algumas das mais belas praias da Costa Vicentina estão a poucos quilómetros, casos da praia do Malhão, dos Aivados ou da ilha do Pessegueiro, em Porto Covo. Na herdade pode reservar aulas de surf, passeios de barco pelo rio Mira ou passeios a cavalo na praia. Para os mais radicais, estão disponíveis bicicletas e segways, ideais para uma visita à Barragem de Campilhas. No verão existem aulas de ioga.
Onde comer: Para quem quer conhecer a verdadeira gastronomia alentejana, nada melhor do que o restaurante O Passarinho, no Cercal. A Tasca do Celso, em Vila Nova de Milfontes, é outro dos pontos de paragem obrigatória. Na herdade servem-se refeições ligeiras.
Clique AQUI para saber mais

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras