Nas Bancas

Argentina: Buenos Aires

O momento ... do tango.

Lourenço Medeiros e Alexandra Chamusca
10 de junho de 2012, 14:00

Buenos Aires conquista facilmente, mas, como em todas as paixões, há um instante que define para a vida a relação. Foi em San Telmo, Plaza Dorrego, esplanadas, cafés e casas velhas. Há um retângulo que parece um daqueles ringues para desporto em cimento com umas bancadas em volta. E, de repente, tango, ouve-se tango na praça, e toda aquela gente, indolente, vestida só para ir à mercearia, começa a dançar.
Há agora dezenas de sorrisos, há uma miúda, daquelas de parar o pensamento, conduzida por um jovem de 80 anos, há um rodopio indescritível de alegria, com aquela contenção própria do ritmo que parece atirar com os corpos, mas que os pára no momento certo para não desfazer o enlace.
Para mim, que não danço, foi um momento de paixão daqueles... Ao contrário das paixões, este tem toda a razão e racionalidade: é o momento que define os argentinos na sua cidade. O segundo, tantas vezes repetido, em que mostram a espontaneidade, a alegria, a liberdade, a partilha, que são todas deles, e de quem as quiser. A verdade é que toda a cidade vibra com a sua própria cultura, a sua música e a sua história. E se, no meio disto, venderem uns recuerdos, melhor. Mas é genuíno e estaria lá mesmo que não houvesse turistas.
Em Buenos Aires, recomendo a feira de antiguidades que se realiza no bairro de San Telmo; El Caminito, no bairro de La Boca, com as suas paredes decoradas de forma muito colorida pelo artista Benito Quinquela Martín e onde podemos encontrar todo o tipo de artistas; o Museu Evita Péron; a Plaza de Mayo, onde decorrem constantemente manifestações políticas e/ou ideológicas, junto à Casa Rosada, residência oficial do Presidente; o Palermo Soho, conjunto de ruas onde começaram a surgir casas tradicionais transformadas em cafés e restaurantes, boutiques, etc., muitos deles com um ambiente bastante alternativo.

A NÃO ESQUECER:
Onde ficar: Eco Home Boutique Hotel, Honduras 5860, Palermo Hollywood (www.homebuenosaires.com).
Onde comer: Para um lanche ou um simples café, vale a pena a espera na fila para se conhecer o El Gran Café Torloni, um dos mais antigos de Buenos Aires. Numa esplanada de El Caminito, saborear uma parrillada, em companhia de um espetáculo de tango de rua. Na Esquina Homero Manzi, jantar com espetáculo de tango. Av. San Juan, 3601 y Boedo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras