Nas Bancas

Ucrânia: Kiev

História e modernismo a leste.

Nuno Lobito
11 de novembro de 2011, 11:20

Uma das mais antigas cidades do leste europeu, Kiev destaca-se tanto pelo peso histórico que carrega como pelo facto de ser um importante polo industrial, científico e cultural. Com efeito, a capital da Ucrânia tanto nos recorda a ocupação soviética como, por outro lado, nos preenche com a sua moderna sofisticação. Desfilam carros de luxo, as igrejas seculares e os monumentais edifícios socialistas rivalizam com a nova e ostensiva arquitetura, as estátuas que glorificam o passado não escondem os emergentes novos-ricos.
Incontornável em Kiev é o complexo religioso Pecherska Lavra, construído há cerca de nove séculos e composto por mais de 80 edifícios, incluindo igrejas, galerias, e a Catedral da Assunção, onde se encontram relíquias de vários santos. Famoso pelas suas catacumbas, este monumento é, por essa razão, também conhecido como o Mosteiro das Grutas. Não menos deslumbrante, a Catedral de Santa Sofia, com os seus belíssimos mosaicos e pinturas do século XI, consagra-se como um dos mais preciosos tesouros de Kiev.
Do outro lado da praça, encontra-se o Mosteiro de S. Miguel das Cúpulas Douradas, capaz de rivalizar, em brilho, com o próprio sol. Aliás, a tradição de dourar as cúpulas mantém-se até hoje e constitui um marco na arquitetura da cidade.

Azul e creme, o barroco Palácio Mariyinsky destaca-se no topo da colina. Rodeado por um jardim idílico, é, atualmente, a residência oficial do Presidente da Ucrânia, tendo outrora acolhido a família imperial russa. Andriyivsky Uzviz, a rua mais charmosa de Kiev, começa no cume dessa colina e desce até à Praça Kontraktova. Pelo caminho, há vários monumentos a não perder, como a Igreja de Santo André, o castelo de Ricardo Coração de Leão e o Museu Popular, mas a grande atração são as vendas de rua, onde podemos encontrar souvenirs para todos os gostos. A contrastar, encontram-se restaurantes da moda e galerias de arte. Várias festividades são celebradas nesta rua, que atrai turistas e locais pela sua atmosfera mística e descontraída.

A NÃO ESQUECER:
Como ir: De avião, através da KLM, via Amesterdão, ou pela Lufthansa, via Frankfurt.

A não perder: Pecherska Lavra; Catedral de Santa Sofia; Palácio Mariyinsky; Andriyivsky Uzviz.

Idioma: Ucraniano e russo.

Moeda: Hrivna (1 euro são 11,08 hrivna)

Clima: Kiev é uma cidade muito fria no inverno, com temperaturas bastante negativas. No verão, a temperatura é elevada durante o dia e baixa à noite.

Informações úteis: Festival Internacional de Publicidade de Kiev, em Maio; Festival Internacional de Filmes de Animação de Kiev, em Setembro.
 

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras