Nas Bancas

Escócia: Inverness

Com cerca de 40.000 habitantes, Inverness é uma cidade pequena e pacata. Ainda assim, é um dos principais pontos de acesso ao Norte da Escócia e ao mítico lago Ness.

Alexandre Khüll de Oliveira
31 de outubro de 2011, 15:47

Atravessando os planaltos do Norte da Escócia, chegámos à capital das Highlands. Na margem do rio Ness, a zona ribeirinha, que já foi considerada uma das mais bonitas de toda a Inglaterra, é, sem dúvida, a mais interessante da cidade.
Aqui encontram-se os principais alojamentos, restaurantes e alguns pontos de interesse, nomeadamente o castelo, que não está aberto ao público, mas cujos jardins vale a pena visitar.
Ao final do dia, com a luz já (quase eternamente) baixa, não pudemos renunciar a um passeio ao longo do rio Ness, numa tranquilidade quase absoluta. Aí, onde o verde das árvores se funde com o vermelho de algumas das construções mais antigas, onde os olhos se concentram em pequenos detalhes dos edifícios vitorianos ou se perdem no negro das águas, a ver os pescadores a tentarem a sua sorte na pesca do salmão, aí, onde a paisagem nos leva pelas ilhas do lago Ness e, inevitavelmente, à tentativa (vã, claro está) de observar a Nessie, sentíamos que tudo estava no seu devido lugar.
Num bar com vista sobre o rio aproveitámos para conhecer um dos principais passatempos destas gentes, o craic. Que tão simplesmente quer dizer, em Gaélico, conversar.
O outro, cerveja e potato skins (cascas de batata fritas), seguiu-lhe os passos noite dentro... O centro de Inverness ainda mantém algumas ruas medievais e pode deve ser visitado a pé.
Porém, o papel importante de Inverness na História da Escócia fez com que, à semelhança do seu castelo, grande parte dos edifícios históricos seja relativamente recente. É no centro que se concentra o comércio. Um dos locais que vale a pena visitar é o premiado Victorian Market, onde encontrámos ofertas únicas.

A NÃO ESQUECER:
Como lá chegar: A forma mais económica é voar de Faro em 'low cost' para Aberdeen ou Edimburgo, com a FlyGlobespan. A partir daí, alugue um carro ou opte pelo autocarro ou comboio para chegar a Inverness.
A não perder: Visitar a catedral de Inverness, dedicada a St.-Andrews; subir até ao castelo; caminhar ao longo da margem do rio Ness até às ilhas; fazer um passeio de barco até ao lago Ness.
Onde dormir: A oferta é vasta em termos de alojamento, baseando-se essencialmente em B&B.
 

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras