Nas Bancas

Tanzânia - Zanzibar: Um dos últimos paraísos

Marcada pela História e pelo Islão, abençoada com um mar de sonho e com o sorriso das gentes, Zanzibar é um dos últimos paraísos na Terra.

Andreia Guerreiro
16 de março de 2010, 13:10

Zanzibar é um arquipélago do oceano Índico e formado por duas ilhas, Zanzibar e Pemba. Situado ao largo da costa africana, forma um estado semiautónomo da Tanzânia. Grande produtora de especiarias, incluindo o cravinho, a canela e a pimenta, esta era uma importante base para trocas comerciais - especiarias e escravos - entre a Ásia e África.

Os portugueses foram os primeiros europeus a ter o controlo de Zanzibar e mantiveram-no durante quase 200 anos. As praias paradisíacas de areia branca e fina, quase desertas, contrastam com o frenesim da cidade de Stone Town, a capital da ilha.

Num dos mais belos areais, a 60km da cidade, fica o Resort Baraza. A sua arquitectura e decoração de inspiração oriental proporcionam uma verdadeira viagem ao tempo dos sultões. Este resort de luxo tem spa, fitness center, campo de ténis e 30 villas com piscina privada. A saborosa cozinha de fusão é apresentada com muito requinte.

Em Zanzibar existe um vasto programa de actividades que não se devem perder, como mergulho ou
snorkelling
no recife de coral. Este é um dos melhores locais do mundo para apreciar o fundo do mar.


Uma visita a Stone Town, a cidade das especiarias, leva-me a passear pelas ruas estreitas da medina, por entre casas antigas e lojas de artesanato. Encontro o mercado, a Casa das Maravilhas, o antigo forte português, o porto e a casa onde nasceu e viveu
Freddy Mercury
.


Marcada pela História e pelo Islão, abençoada com um mar de sonho e com o sorriso das gentes, Zanzibar é um dos últimos paraísos na Terra.



A não esquecer

Como ir:
A KLM voa para Nairobi via Lisboa-Amsterdão. Depois, a Kenya Airlines faz Nairobi-Zanzibar. Mais informações em Across - Luxury Travel & Safaris (
).

Documentos:
Passaporte válido por seis meses e visto obtido à chegada, no aeroporto (50 dólares).

Vacinas:
Febre amarela (obrigatória); é aconselhável fazer a profilaxia da malária.

Língua oficial:
Swaili e Inglês.

Moeda:
Xelim (85 xelins = 1 euro). Pode levar dólares e euros, também são aceites em todo o lado.

Corrente eléctrica:
220W.

Clima:
Quente e húmido.

Diferença horária:
+ 2 horas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras