Nas Bancas

Vietname - Baía de Halong: Paisagem digna de filme

"(...) a fervilhante agitação das águas de Halong é criada pelo constante vaivém de pequenos barcos e comerciantes."

Andreia Guerreiro
21 de outubro de 2009, 15:19

De regresso ao Vietname, país que sempre me seduziu, acompanhada pela minha filha adolescente, Matilde, desejava rever a cidade de Hanói, repleta de encantos, conhecer outros lugares remotos mais a norte do país e, sobretudo, desejávamos ambas deslizar num junco nas águas salgadas da baía de Halong, património da UNESCO desde 1994.

Seguimos de Hanói para Halong de carro, por uma estrada feia e desinteressante. Em contrapartida, a chegada à baía é deslumbrante! Aqui, largamos rumo a três dias de aventura a bordo no Indochina Sails, um junco polido e luzidio que se mostra grandioso com as suas velas ao vento. Sentadas no deck superior, junto à popa, avistamos finalmente o mar da Indochina em todo o seu esplendor. Um mar liso, cor-de-jade, salpicado por mais de 3000 ilhotas rochosas, calcárias e pontiagudas. Uma paisagem linda e inesperada que só conhecia do cinema.

Navegamos durante algumas horas e, por fim, deitamos ferro numa baía escondida. Aqui e ali observo a actividade dos locais, na sua maioria pescadores que habitam pequenas casas flutuantes. E assim apercebo-me que existe todo um comércio local, obviamente flutuante, e que a fervilhante agitação das águas de Halong é criada pelo constante vaivém de pequenos barcos e comerciantes. Imagine-se que até há mesmo uma instituição bancária!


Ao anoitecer, rumamos para outro lugar mais tranquilo. E é sob uma noite quente e estrelada que adormecemos embaladas na calmaria das águas do mar da China.Nos dias seguintes, damos magníficos passeios de canoa, descobrindo rochedos com recantos de uma vegetação intensa; divertidas, mergulhamos nas águas transparentes e, sozinhas, exploramos algumas grutas secretas onde por junto se ouvia o canto das gaivotas.


A não esquecer

Como ir:
Across - Luxury Travel & Safaris (
).

Documentos:
Passaporte e visto obrigatório + 2 fotos. Consulte o seu agente de viagens.


Idioma:
Vietnamita e Inglês.


Moeda:
O dông é a moeda nacional. Leve dólares e euros e não esqueça o cartão de crédito.


Diferença horária:
+6 horas TMG.


Corrente eléctrica:
220W.


Clima:
Varia consoante a região. Todas as épocas são boas, mas a melhor é entre Novembro e Fevereiro, pois o clima é mais fresco e seco, embora seja quente e húmido.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras