Nas Bancas

Ao anoitecer, as luzes dão colorido às ruas da cidade

Ao anoitecer, as luzes dão colorido às ruas da cidade

Marco C. Pereira

Singapura - Singapura: A ilha do sucesso

"Singapura ocupa actualmente uma área de 6823km², atravessados pelo rio homónimo"

Andreia Guerreiro
14 de maio de 2009, 18:42

Fundada, em 1819, por um governador britânico revoltado e determinado, esta pequena ilha-cidade-estado, com população de origem chinesa, malaia, indiana e ocidental, ultrapassou todos os obstáculos e tornou-se num entreposto comercial incontornável da Ásia. Ameaçada pelo protagonismo crescente da China, Singapura reagiu de pronto e, para redinamizar a sua economia, tenta agora atrair mais empresas e milhões de estrangeiros qualificados.

Singapura ocupa actualmente uma área de 6823km², atravessados pelo rio homónimo.

Os arranha-céus que vislumbrámos do ferry ficam a sul da foz, contíguos à Marina Bay. Em conjunto, estas duas zonas formam a parte mais imponente da cidade. Instalamo-nos à pressa no hotel e voltamos a sair para dar início à descoberta.


Dirigimo-nos à Marina Bay, onde os imigrantes trazem as famílias de visita, para lhes exibir a magia do lusco-fusco, quando as luzes das ruas e dos escritórios nas alturas se acendem, a pouco e pouco, pintando o cenário - durante o dia deslavado - de todas as cores. O ponto de observação eleito, permanentemente repleto de locais e estrangeiros equipados com máquinas de fotografar e filmar, é o Merlion Park, um cais com plataforma panorâmica sobre a água, de que se destaca a estátua enorme do estranho meio-peixe/meio-leão designado, em 1960, como mascote de Singapura.

Quando não estão atracados no Clifford Pier, os ferries cruzam o rio em direcção à marginal das esplanadas, situada logo ao lado do coração da city, para facilitar a vida dos executivos, que assim que deixam os escritórios ali se instalam em grupos barulhentos para beber uns copos e em seguida jantar.

A não esquecer

Como ir:
A Star Alliance (
) voa de Lisboa para Singapura com a TAP (
; tel.: 707 205 700) e a Lufthansa (
; tel.: 707 782 782), via Frankfurt.

Onde ficar:
A oferta de hotéis é imensa em Singapura. O número de visitantes também, o que faz com que os mais procurados estejam permanentemente cheios. Recomendo o Raffles Hotel, 1 Beach Rd; Tel.: (+65) 6337 1886;
. Quarto duplo a partir de €230.

Documentos:
Passaporte válido para mais seis meses.

Moeda:
Dólar de Singapura; €1 = 1,99 SGD.

Diferença horária:
GMT/UTC +8.

Corrente eléctrica:
230V 50Hz.

Língua:
Mandarim, Cantonês, Malaio, Hindi e outros dialectos indianos. Inglês como língua comercial.

Clima:
Praticamente sobre o Equador, Singapura é sempre quente e húmida. Recebe uma quantidade de chuva mais ou menos constante ao longo do ano.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras