Nas Bancas

Aumento das vendas de automóveis a gasolina provoca subida emissões de CO2 na Europa

A associação Europeia de Construtores Automóveis aponta algumas soluções para o problema.

CARAS
26 de junho de 2019, 11:48

Pelo segundo ano consecutivo houve um aumento das emissões de dióxido de carbono na Europa, em virtude do aumento de vendas de automóveis ligeiros de passageiros. De acordo com os dado da Associação Europeia de Construtores Automóveis (ACEA), foram vendidos 8,5 milhões de veículos novos a gasolina em 2018 (face a 7,6 milhões em 2017) e 5,4 milhões de carros a diesel (que resultaram numa quebra de 1,2 milhões face ao ano anterior). Também os veículos comerciais registaram um aumento nas emissões de CO2, emitindo mais 1,3% comparativamente a 2017.

De acordo com a Agência Europeia do Ambiente (EEA), os dados apresentados sublinham a necessidade de os fabricantes de automóveis aumentarem a sua aposta na eletrificação, a fim de que sejam atingidas as metas de emissões estipuladas já em 2020. “Embora a diferença entre as emissões médias de CO2 dos veículos a gasolina e diesel esteja a diminuir, ainda é significativa - em especial quando quase um milhão de novos carros a gasolina foram vendidos no ano passado comparativamente a 2017”, sublinha o secretário-geral da ACEA, Erik Jonnaert.

O responsável lembra ainda que “entre o esforço para a implementação dos novos carros com energias alternativas, não devemos descartar os diesel de última geração, que não só emitem menos CO2 do que os seus congéneres a gasolina, mas também emitem meos poluentes em geral”.

Em complementaridade com esta análise, a ACEA pede ainda aos 28 países-membros da União Europeia que acelerem os seus planos no que diz respeito à eletrificação, com aumentando os pontos de carga disponíveis ao público e recorrendo a subsídios que incentivem os consumidores a adquirir carros elétricos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras