Nas Bancas

António Félix da Costa vence em Macau e entra para a história do desporto nacional

O piloto venceu esta madrugada a 63.ª edição do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3, numa exibição magistral do piloto português, que fez história para as cores nacionais, tornando-se duplo vencedor desta importante corrida internacional. Félix da Costa brilhou: é o novo campeão do mundo. Ouviu-se a portuguesa e fez-se história, num dia simplesmente brilhante para Portugal.

Divulgação
20 de novembro de 2016, 12:28

Depois da vitória de ontem na corrida de qualificação, António Félix da Costa sabia que a tarefa de hoje não se avizinhava fácil, mas o piloto luso queria vencer e se bem pensou, melhor o fez. No momento do arranque o piloto de 25 anos foi surpreendido pelo seu colega de equipa Sergio Sette Camara, mas depois da saída do safety car, Félix da Costa saltou para o comando, dominando os acontecimentos até ao final, numa atuação soberba que não passou despercebida. Fantástico dia para as cores nacionais com Félix da Costa a repetir o feito alcançado em 2012, com a felicidade a ser bem evidente nas palavras de AFC logo após o final da corrida. "Que dia! Estou sem palavras, é um dos dias mais felizes da minha carreira. Sabia que largando da pole dificilmente chegaria à primeira curva na frente pois a reta até lá é grande, mas depois do safety car passei para frente, ataquei forte durante algumas voltas, arrisquei para ganhar alguma distância e consegui vencer. É um dia histórico para mim, para todos nós portugueses e quero dedicar esta vitória à minha equipa Carlin, que esteve brilhante todo o fim de semana, a todos os portugueses que aqui estiveram a apoiar-me, não há forma de agradecer este apoio incrível. Por último ao Dr. Aki, uma pessoa que teve um forte impacto na minha vida e que me ajudou a tornar-me no piloto e na pessoa que sou. Infelizmente deixou-nos a semana passada. Estou muito emocionado, contente do fundo do meu coração e são estes momentos que fazem valer a pena todo o esforço! Sou campeão do mundo, obrigado a todos, obrigado Portugal!", referiu o novo líder mundial de FIA de F3, designação agora dada ao vencedor do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3.
Félix da Costa venceu desta forma soberba, completando as 15 voltas da corrida na frente de Felix Rosenqvist, com Sergio Sette Camara a fechar o pódio. Portugal escreve assim mais uma bonita página na história do desporto Nacional, com a conquista do ouro na 63.ª edição do Grande Prémio de Macau, uma das provas mais importantes e icónicas do desporto automóvel Internacional, onde na lista de vencedores constam nomes como Ayrton Senna, Michael Schumacher, David Coulthard, além obviamente de António Félix da Costa, que passa a duplo vencedor agora.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras