Nas Bancas

Morgan 3 Wheeler: Exotismo e exclusividade de cabelo ao vento

Conheça o roadster de três rodas mais exclusivo e original à venda no nosso país

Luís Cáceres Monteiro
4 de julho de 2016, 17:17

A primeira vez que vi passar um Morgan 3 Wheller ao meu lado, nas ruas de Lisboa, fiquei surpreendido! Que automóvel será aquele? Lembro-me de pensar para os meus botões! Estava longe de imaginar que passados poucos meses seria desafiado a conduzir este bólide que na aparência mistura o look de um automóvel clássico sofisticado com a radicalidade de um fast car do filme Mad Max.
A Morgan anunciou pela primeira vez o lançamento do 3 Wheeler na edição de 2011 do Salão Automóvel de Genebra. O motor V-Twin by Harley Davidson debita um “roncar” que coloca qualquer um em sentido. A caixa de cinco velocidades tem origem no Mazda MX-5. É uma caixa de relações curtas, como convém, fácil de utilizar. O Morgan 3 Wheeler não tem ABS, nem controlo de tração. Temos de contar sempre com algum espaço adicional para travar, os travões de disco aquecem com alguma facilidade. Ao largar a embraiagem de forma mais repentina a roda traseira patina imediatamente, apesar de a reação ser fácil de controlar, é preciso força de braços para manobrar este roadster de três rodas.
Nunca fui tão fotografado, filmado, partilhado...
Se não gosta de dar nas vistas o Morgan 3 Wheeler não é para si! Nunca fui tão fotografado, filmado, partilhado nas redes sociais. Uma coisa é certa, jamais irei esquecer a adrenalina e as sensações únicas de conduzir este bólide ultra-exclusivo.
Interior requintado e exclusivo
O Morgan 3 Wheeler é um dois lugares. Na traseira encontramos um pequeno “porta-bagagens” com espaço para guardar uma mochila e a lona de protecção que aconselhamos a usar sempre que o roadster fique estacionado em locais longe do nosso alcance. Alguns abusadores chegaram mesmo a tentar entrar no Morgan, sem a nossa autorização, para tirar fotografias.

O interior é relativamente confortável. É certo que não existe rádio, nem ligação Bluetooth para o smartphone, é verdade que é necessário comer um bife para virar o volante nas curvas mais apertadas. Mas jamais irei esquecer o passeio que fiz ao final da tarde pelas estradas de Sintra e do Guincho.
O motor com 1983 centímetros cúbicos tem uma potência máxima de 85 CV e um binário máximo de 140 Nm. Para pegar o bloco V2 temos de colocar em ponto morto, tirar os pés dos pedais e carregar apenas no botão da ignição situado no tablier. Este Morgan é poderoso no arranque (os números oficiais indicam 6 segundos dos 0 aos 100 km/h) e uma velocidade máxima de 185 km/h. O chassis tubular combinado com a carroçaria com estrutura de madeira forrada em chapa de alumínio tem um peso de aproximado de meia tonelada. Muito sinceramente, a velocidade e o poder de aceleração não são, neste caso, o que mais fica na memória. Ao volante do 3 Wheeler a adrenalina de conduzir bem junto ao solo, a sensação de condução pura, a liberdade de cabelo ao vento, ficam na memória.
Sempre que dei boleia a alguém preocupei-me em avisar que os tubos de escape laterais estavam a ferver para evitar queimaduras graves. O depósito da gasolina sem chumbo tem uma capacidade de 42 litros mas os algarismos digitais que indicavam a autonomia estavam em constante mutação. A minha estratégia foi ter sempre algum combustível a mais para evitar sobressaltos. O consumo combinado anunciado pela Morgan é de 9,3 litros para percorrer 100 kms.
O Morgan 3 Wheeler que vê nas imagens custa 49 500 euros. Alguns amigos afirmaram que era um brinquedo giro e que não se importavam de o ter na garagem. No meu caso, a experiência foi inesquecível, jamais esquecerei os cinco dias de condução ao volante deste autêntico objeto exclusivo de desejo. Pode encontrar mais informação sobre a Morgan em Portugal através da página oficial no Facebook.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras