Nas Bancas

Ao volante do Volvo S60 Cross Country

O sedan SUV da marca sueca revelou-se uma agradável surpresa. Um verdadeiro 2 em 1...

Luís Cáceres Monteiro
26 de janeiro de 2016, 16:54

Ao volante desta berlina é possível chegar com estilo a um almoço de negócios, e, depois, ao final da tarde, calçar um par de ténis e acelerar à descoberta de um qualquer trilho de terra batida. Muito se escreveu sobre a Volvo quando, em 1999, a marca sueca foi vendida à Ford. Muitos afirmaram, na altura, que o ADN da marca sueca estava em risco. Em Março de 2010 a Ford decidiu vender a totalidade do capital da Volvo aos chineses da Geely, os receios dos fãs acentuaram-se novamente, muitos defenderam que desta vez a marca sueca iria mesmo seguir o caminho da Saab e fechar as portas. Aconteceu exactamente o contrário, a marca cresceu, evoluiu, o ADN da Volvo manteve-se. Em 2013, a Volvo assinou um novo acordo de cooperação com a empresa chinesa Dongfeng, sendo o novo consórcio o maior fabricante de camiões do mundo. A Volvo aprimorou a qualidade dos seus automóveis e aumentou as vendas.
Um executivo de calças arregaçadas

Conduzimos o Volvo S60 Cross Country D4 com o nível de equipamento Summum com 190 CV de potência. Já tinha conduzido a carrinha V 60 e as recordações eram muito positivas. Recordo que os modelos da “série 60” (V, CC e o SUV XC) são atualmente os modelos mais vendidos da Volvo em diversos países. A marca sueca decidiu alargar o sucesso dos modelos Cross Country a diferentes produtos. Quem não se lembra da primeira geração da carrinha V70 XC que quebrou barreiras e atualmente ainda tem um bom valor comercial no mercado de usados. O conceito chegou aos irmãos mais novos V40, V60 e ao S60.
Ao volante do novo Volvo S60 CC conseguimos aliar luxo nórdico com um espírito aventureiro. É um carro ágil, confortável, requintado, espaçoso, bem equipado. Conduzi a versão 2.0 litros com o motor D4 de 190 CV associado a uma caixa automática munida de vetorização de binário e o Corner Traction Control (controlo da tração em curva). O S60 CC é mais do que um “arraçado” de SUV. É ideal para quem prefere adquirir uma berlina premium mas que não dispensa uma boa altura ao solo para enfrentar os estradões de terra batida. Testámos a versão D4 com caixa automática de 8 velocidades. O motor do S60 na sua faceta off road disponibiliza um binário de 400 Nm às 1.750 RPM. É um propulsor de 4 cilindros em linha, com turbo compressor, que tem sempre energia disponível quando pisamos o acelerador. A velocidade máxima indicada é de 210 km /h, faz 7,7 segundos dos 0 aos 100 km/h. Em estrada, sem abusar do acelerador, nunca consegui baixar dos 8 litros de média. Apesar desta versão não possuir o sistema AWD - que controla eletronicamente as condições ideais de tração - a verdade é que o comportamento dinâmico da berlina é muito interessante e previsível, apesar da maior altura ao solo e das jantes de 18 polegadas, o S60 revelou-se um bom companheiro para conduzir tanto em piso seco como molhado.
A bordo do S60 CC a insonorização é excelente. No interior dos Volvo funciona tudo bem e de forma prática e intuitiva. O equipamento de segurança e conforto é ultra-completo. Tem tudo o que precisamos, outra coisa não seria de esperar de um automóvel que custa 50 mil euros. Não é preciso um curso multimédia para ligar o telefone e tirar o máximo partido das diferentes funcionalidades e aplicações. Nos lugares traseiros conseguem viajar dois adultos com o máximo conforto. A única falha deste modelo está escondida na bagageira que tem a capacidade de 380 litros. O revestimento da parte superior da mala não existe e acabei por cortar a mão nos parafusos escondidos ao colocar a minha mala de trabalho no porta-bagagens. Nada como ver a nossa galeria de imagens! O Volvo S60 Cross Country Sedan está à venda a partir de 47.744 euros, a versão que conduzimos e que pode ver com maior detalhe nas fotografias custa 50.222 euros. Já a S60 dotada de tração integral 4WD custa 57.184 euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras