Nas Bancas

Ao volante do renovado Ford Ecosport

O mais pequeno dos SUV's da Ford recebeu melhoramentos ao nível do design e dinâmica de condução. Os interiores também foram revistos e conta agora com novas motorizações para fazer face a uma concorrência feroz, num segmento cada vez mais apetecível e preenchido.

Pedro Amante
25 de janeiro de 2016, 18:30

É pequeno, mas o seu comportamento em nada fica a dever a alguns concorrentes de maiores dimensões e aparência mais musculada. Foi o que comprovámos na região de Toledo, nos arredores de Madrid, onde fomos conhecer o renovado Ford Ecosport, que recebeu alguns retoques estéticos, sendo que o que mais salta à vista é a ausência da roda suplente na porta traseira. No geral, o pequeno SUV da Ford está mais confortável e requintado. O habitáculo está agora mais estilizado, com vários pormenores em couro e superfícies cromadas. Está atualmente disponível nas versões Trend e Titanium, ambas com um nível de equipamento já bastante completo. A versão Titanium, por exemplo, já vem equipada com o sistema de abertura e arranque sem chave, ar condicionado automático e estofos em couro. Entre os opcionais, destaque para a câmara de visão traseira e o sistema de navegação Sony com ecrã de cinco polegadas.

No início deste ano está disponível também a versão Titanium S, que lhe confere um aspeto mais desportivo e está equipado com o motor diesel 1.5 TDCi de 95 cv e com o premiados EcoBoost 1.0 de 125 cv. A nível estético, de salientar as jantes de 17 polegadas de cor preta, tejadilho também em cor preta, suspensão desportiva e sistema de som Sony SYNC.
Quanto à gama de motores disponíveis, talvez não seja exagero afirmar que é o que de melhor tem este Ecosport. A grande novidade é o diesel 1.5 TDCi de 95 cv, que apresenta um consumo médio de 4,4 l/100 Km/h e emissões de 125 g/km CO2. A oferta a gasolina fica completa com o 1.0 EcoBoost de 125 cv e o 1.5 Ti-VCT de 112 cv.
Bastam alguns quilómetros para se perceber que o Ecosport está também com uma melhor dinâmica de condução, muito graças aos melhoramentos efetuados a nível de molas e amortecedores e nos sistemas de controlo de estabilidade e direção assistida. Nota-se também que o habitáculo está menos ruidoso e existem menos vibrações.
O Ecosport, que juntamente com o Kuga e com o novo Edge (que chega este ano) forma a família de SUV's da Ford, está, sem dúvida, muito mais interessante e competitivo, sendo uma boa opção para quem procura um citadino capaz de proporcionar algumas aventuiras fora de estrada.
Disponível desde 14.600 euros para versão 1.0 EcoBoost 125 cv Trend.



Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras