Nas Bancas

Ao volante do smart fortwo e smart forfour

Citadinos por excelência que apuraram a forma estética, mecânica, na segurança e componente multimédia 

Luís Cáceres Monteiro
19 de junho de 2015, 00:08

Basta circular pelas estradas portuguesas para perceber que o smart fortwo é muito apreciado pelos portugueses. O pequeno citadino de dois lugares tem uma relação preço/qualidade muito interessante, renovou-se na aparência, nas formas, e também no conteúdo. O conceito de referência de motor atrás do smart é disponibilizado pela primeira vez no forfour de quatro lugares.
Esteticamente, quando cruzamos o olhar com os novos smart fortwo e forfour, os faróis, a grelha do radiador à frente e a célula de segurança em tridion, são idênticas, e ambos os Smart estão equipados com motores atrás, tornando-os particularmente ágeis no trânsito urbano. Ao volante, necessitamos de algum tempo para fazer a adaptação a um estilo de condução onde a frente é mais leve e solta. Ao início jogamos à defesa, curvamos com jeito, desenhamos as trajetórias com algum cuidado. Ao fim de dois ou três dias ganhamos confiança, a condução torna-se mais descontraída e divertida.
Os novos modelos smart são particularmente eficazes no trânsito citadino, é mais fácil de encontrar um lugar para estacionar o pequeno fortwo. Em termos do raio de viragem, o novo smart fortwo estabelece uma nova referência: com 6,5 m (de passeio a passeio) e 7,30 m (de parede a parede), a verdade é que as manobras de viragem e inversão de marcha são agora mais fáceis de realizar. E o novo smart forfour vira praticamente no mesmo espaço dos fortwo anteriores (parede a parede: 8,75 m).
Funcionalidades e Segurança
Os modelos smart são equipados de série com airbag para o condutor, airbag para os joelhos do condutor e airbag para o passageiro dianteiro. Os airbags laterais instalados de série (airbags da cabeça-tórax) estão incorporados nos encostos dos bancos do condutor e do passageiro dianteiro, abrangendo assim a cabeça e o peito dos respetivos ocupantes. Os airbags laterais incorporam duas câmaras para permitir a devida adaptação aos diferentes tamanhos de cabeças/troncos. Quando enchem em colisões laterais. As zonas pélvicas dos ocupantes são protegidas adicionalmente pelos elementos de deformação instalados em pontos apropriados nos painéis das portas.
O interior do habitáculo é protegido contra danos por uma concha rígida: a célula tridion. São utilizados aços de alta resistência formados a quente e aços multifaseados de máxima rigidez. Os sistemas de assistência incluem o assistente de ventos laterais (standard), o aviso de colisão frontal (opção) e o assistente de mudança de faixa (opção).
O interior dos smart é jovem, informal e bem construído. O ambiente é colorido, com bom gosto.
O chassi e a suspensão da nova geração do smart evoluíram e foram desenhados para melhorar significativamente o conforto em viagem. O objetivo foi conseguido, ambos os modelos estão bem mais confortáveis.
Motores a gasolina são quem mais ordena  
Nesta primeira fase, estão disponíveis duas motorizações a gasolina, de três cilindros : o motor naturalmente aspirado gera 52 kW/71 CV com uma cilindrada de 999 cc. O binário do motor ganha vida a partir das 1000 rpm (máximo: 91 Nm a 2850 rpm) permite uma condução relativamente económica. Nunca fiz médias superiores a seis litros, mesmo em trânsito urbano.  
O topo de gama é o motor turbo com 66 kW/90 CV. O motor de 898 cc disponibiliza o binário máximo de 135 Nm às 2500 rpm. O turbocompressor totalmente novo possui uma válvula de escape controlada eletronicamente que permite o aumento da resposta do motor. Outra funcionalidade é o sistema de start/stop automático. Atualmente estão disponíveis motores com potências de 71 e 90 CV. Aguarda-se a chegada do motor a gasolina com 45 kW/61 CV.
As duas versões da transmissão são igualmente novas no smart: os clientes podem optar entre uma transmissão manual de cinco velocidades e a transmissão twinamic de seis velocidades com dupla embraiagem.
Passion, prime e proxy
As três linhas de equipamento (passion, prime e proxy) servem para configurar o smart fortwo e o smart forfour e proporcionar diferenciação, particularmente no interior. As suas funcionalidades incluem um volante multifunções de pele, um painel de instrumentos com visor a cores de 3,5 polegadas e bancos aquecidos.
Os sistemas multimédia cumprem, com integração global de smartphones, navegação em tempo real e operação intuitiva com ecrã tátil. O smart está a oferecer pela primeira vez o sistema de som JBL. Incorpora um amplificador DSP de 6 canais (240 W) no fortwo e um amplificador DSP de 8 canais (320 W) a bordo do forfour. Um total de oito (fortwo) ou doze (forfour) altifalantes.  
O smart forfour oferece naturalmente mais capacidade de carga. Os encostos dos bancos traseiros podem ser rebatidos para criar uma superfície de carga nivelada com 1285 x 996 mm e um volume de carga de 975 litros.
A nova geração smart está à venda desde o passado mês de novembro. O preço do smart fortwo com motor de 52 kW é inferior a 11.000€, enquanto o smart forfour custa mais 1.000€ com o mesmo motor. O fortwo está disponível com um preço a partir de 10.950 euros, enquanto o forfour mais acessível está à venda desde 11.950 euros. 

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras