Nas Bancas

Papa Francisco escolhe Kia Soul para a visita à Coreia do Sul

O líder da Igreja Católica pediu para se deslocar num carro pequeno durante os cinco dias de visita ao país.

Redação CARAS
14 de agosto de 2014, 12:51

Para a sua primeira viagem à Ásia desde que se tornou papa, o chefe máximo da Igreja Católica poderia ter escolhido qualquer carro topo de gama, mas preferiu o citadino Kia Soul para as deslocações dos próximos cinco dias, tempo que permanecerá na Coreia do Sul.
De acordo com fontes citadas pela agência de notícias Yonhap, o papa Francisco pediu que lhe fosse facultado “o carro mais pequeno” fabricado naquele país e recusou todos os outros modelos que lhe poderiam oferecer mais conforto e segurança. Assim, o carro escolhido foi um Kia Soul, com um motor de 1,6cc que, apesar não ser o mais pequeno veículo fabricado na Coreia do Sul, é um citadino de tamanho médio muito popular entre os habitantes do país.
Este carro não é blindado pelo que reforça a vontade do sucessor de Bento XVI de estar mais perto das pessoas, rompendo o protocolo e causando algum transtorno aos responsáveis pela sua segurança. “De todas as personalidades que têm visitado a Coreia do Sul nos últimos anos, acho que nenhuma esteve tão exposta”, afirmou um porta-voz da Agência Nacional de Polícia em declarações ao diário Korea Herald.
Desde o início do seu pontificado, o papa Francisco tem recusado deslocar-se no famoso Papamóvel, que inclusivamente definiu como “uma lata de sardinhas”. O argentino tem optado por utilitários de marcas como a Fiat, Renault, Ford e no Vaticano até se desloca de autocarro juntamente com os outros cardeais.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras